-->


Home
Brasília, 28 de março de 2008

ANO XIII

Nº 2567

     

Assembléia Nacional
99,87% dos Auditores-Fiscais são contra Sidec

Cinqüenta DSs (Delegacias Sindicais) já enviaram à DEN (Diretoria Executiva Nacional) os resultados da Assembléia Nacional Conjunta convocada pelo Unafisco e Fenafisp (Federação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil), para ontem (27/3). A contagem parcial indica que os cinco indicativos colocados em votação serão aprovados por ampla maioria.

O Sidec (Sistema de Desenvolvimento na Carreira) proposto pelo Governo (indicativo 1) foi rejeitado com 99,87% dos votos. Apenas 0,12% da Classe se manifestou favoravelmente à proposta.

Os Auditores-Fiscais decidiram por 94,62% contra 5,37% de votos instituir 3 de abril como o Dia Nacional para a Devolução dos Trabalhos sob carga dos Auditores-Fiscais, que corresponde ao indicativo 2.

Por 93,36% de votos “sim” e 6,63% de “não”, o indicativo 3 foi aprovado. Ele trata do oferecimento de denúncia às autoridades competentes, nos casos em que servidores públicos, inclusive os ocupantes de cargos em comissão, alterarem os critérios de parametrização dos sistemas da RFB (Receita Federal do Brasil), de forma que fique inviabilizado o adequado controle aduaneiro,

Também foi aprovado por 98,15% dos Auditores a atuação do Unafisco e da Fenafisp, visando à separação dos cargos que integram a Carreira Auditoria e a composição de uma carreira composta exclusivamente pelo cargo de Auditor-Fiscal da RFB. O percentual de votos contra o indicativo 4 foi de 1,84%.

Por fim, o indicativo 5 recebeu 86,32% de votos favoráveis para realização de um ato público em frente à sede do Ministério da Fazenda, em Brasília, a ser programado pelo CNM (Comando Nacional de Mobilização). 13,67% dos Auditores foram contra o indicativo.

A apuração dos votos prossegue hoje.

INÍCIO


Entrega de Cargos
Chefias de Lages, Marabá e Palmas aderem à greve


Entrega de cargos em Lages evidencia insatisfação da Classe

Auditores-Fiscais que desempenham funções em comissão (chefias e chefias-substitutas) em Lages (SC), Marabá (PA) e Palmas (TO) entregaram os cargos ontem (27/3), numa demonstração de apoio à greve deflagrada no último dia 18.

A exemplo do que aconteceu com os Auditores-Chefes de Itabuna (BA) e Joaçaba (SC), a estagnação das negociações aprofundou o sentimento de frustração entre os colegas de Lages, levando-os à atitude extrema de entregar as funções em comissão.

Lá, a Classe também suspendeu o atendimento do plantão fiscal, até o término do movimento grevista, como forma de reforçar a mobilização. Apenas um chefe substituto que estava fora da DRF (Delegacia da Receita Federal do Brasil) não assinou o documento comunicando a decisão que foi entregue ao delegado da unidade.

“Esclarecemos que apenas não estamos engrossando as fileiras grevistas pela necessidade de ser mantido o número de 30%, mas deixamos claro que apenas estaremos executando os trabalhos estritamente necessários para o funcionamento mínimo da Delegacia, pois consideramos justo o atendimento do anseio dos nossos administrados, anseio este alimentado pelo próprio governo e, posteriormente, por ele frustrado, ao descumprir promessa feita nas mesas de negociação”, destacou a carta enviada ao delegado.

Já em Palmas, tanto os Auditores-Chefes da Safis (Seção de Fiscalização) quanto da Saort (Seção de Orientação e Análise Tributária) e os Auditores-Chefes das equipes de Aduana, Previdência e Malha, entregaram pedido de desligamento de suas funções ao delegado da DRF.

Em Marabá, os Auditores-Chefes que entregaram os cargos se comprometeram a respeitar a exigência de manutenção de 30% das atividades essenciais.

“Tendo em vista o impasse nas negociações sobre a valorização da carreira dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil, que vem se arrastando há mais de 06 meses sem que os negociadores apresentem uma proposta completa e que não rebaixe a RFB a um plano inferior as outras carreiras de Estado, e certos da importância da RFB para a sociedade brasileira no combate dos ilícitos tributários e no financiamento da máquina pública, certos também da capacidade técnica e do compromisso da categoria com o país, é que os AFRFB lotados na DRFB/Marabá abaixo-assinados decidiram aderir ao movimento desde o dia 18/03/2008 data aprovada em Assembléia Nacional conjunta – UNAFISCO x FENAFISP, colocando as funções a disposição”, informa o manifesto assinado por sete Auditores-Chefes de Marabá.

Vale ressaltar que, mais uma vez, a iniciativa de entregar os cargos em comissão foi tomada por livre decisão dos Auditores-Chefes insatisfeitos com a não-valorização da Classe. A DEN (Diretoria Executiva Nacional) e o CNM (Comando Nacional de Mobilização) consideram a atitude legítima e necessária para manifestar a indignação dos Auditores. Por isso, incentivam a discussão do assunto em todas as DSs.

Os documentos encaminhados pelos Auditores-Chefes de Lages e Marabá aos delegados de suas regiões estão anexos a este Boletim. A DEN não recebeu o comunicado assinado pelos Auditores-Chefes de Palmas

INÍCIO

Orientações
CNM pede informações a Comandos Locais

Reunido em Brasília durante esta semana, o CNM (Comando Nacional de Mobilização) definiu algumas orientações com o objetivo de agilizar a troca diária de informações com os Comandos Locais. O CNM reforça aos Comandos Locais que os informes devem também ser repassados aos departamentos de jornalismo do Unafisco e da Fenafisp (Federação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil), respeitando o horário limite de 16 horas. As orientações do CNM seguem abaixo.

 

ORIENTAÇÕES PARA OS COMANDOS LOCAIS DE MOBILIZAÇÃO

 

1. O Comando Nacional de Mobilização (CNM), na intenção de obter maiores e melhores informações do movimento, abre um canal de mão dupla com a categoria e solicita aos Comandos Locais de Mobilização as seguintes informações:

a)  Percentual (%) de Auditores-Fiscais paralisados por unidade administrativa (ex.: SRRF, DRF, ALF, DRJ etc.):

b)     OUTRAS INFORMAÇÕES (fatos relevantes):

b-1. POSITIVAS:

__________________________________________

__________________________________________

__________________________________________

b-2. NEGATIVAS:

__________________________________________

__________________________________________

__________________________________________

Remeter as informações para os dois e-mails do CNM:

E-mail: cnm@fenafisp.org.br e cnm@unafisco.org.br

2. O CNM entende ser de suma importância o repasse diário de matérias sobre o movimento de mobilização nas bases e, portanto, solicita aos Comandos Locais/Regionais que enviem matérias a serem publicadas até as 16 horas para fins de publicação nos informativos das entidades. Além das informações, é interessante a remessa de fotos de reuniões ou de eventos para enriquecer as matérias.

Remeter as informações para os dois e-mails abaixo:

E-mail: jornalismo@fenafisp.org.br e jornalismo@unafisco.org.br

Telefones do CNM (Plantão):

UNAFISCO: (61) 9269-3221 - 9184-2511 - 9277-0981

FENAFISP: (61) 8143-0062 - 81247-0205 - 2103-0114

INÍCIO

Santos
Auditores decidem manter paralisação

Em mais uma Assembléia com quorum representativo, de quase cem Auditores-Fiscais, Santos decidiu manter a paralisação das atividades por tempo indeterminado, respeitando apenas a determinação de que 30% dos colegas se revezem nas seções, seja na Alfândega ou na DRF (Delegacia da Receita Federal do Brasil).

Durante a Assembléia Nacional, os Auditores compartilharam os dados que demonstram a força do movimento em Santos. Aproximadamente 900 Declarações de Importação (DIs), canais amarelo e vermelho, não foram analisadas, repercutindo nas atividades de fábricas do ABC Paulista que trabalham no modo “just in time”.

Cerca de 1.000 Declarações de Trânsito Aduaneiro (DTAs) não foram parametrizadas até agora. Além disso, cerca de 500 contêineres de transbordo estão parados e a perspectiva é de que esse número aumente nos próximos dias.

Foi deliberado também na Assembléia que a Alfândega irá alertar a Administração da RFB (Receita Federal do Brasil) sobre a temeridade de se colocar para operar a partir de 1º de abril o Siscomex Carga, tendo em vista a paralisação da Classe.

“Infelizmente, gostaria de nesta Assembléia trazer uma boa notícia aos colegas, mas o Governo não tem se sensibilizado com a greve, até o momento, mesmo com o nosso movimento estando forte em todo o país”, afirmou o presidente da DS (Delegacia Sindical) Santos, Wellington Clemente Feijó.

Os Auditores de Santos, de forma coesa e forte, estão se impondo como autoridades tributárias, sinalizando que não irão aceitar outro tratamento senão o de Carreira Típica de Estado.

INÍCIO

Juiz de Fora
Contêineres acumulados em pátio evidenciam paralisação

A forte adesão ao movimento teve como conseqüência a acumulação de carga no pátio do Porto Seco de Juiz de Fora. As últimas informações dão conta de aproximadamente cem contêineres retidos e outros 150 que aguardam procedimento de desembaraço aduaneiro.

A coesão do grupo ficou ainda mais evidente com a participação efetiva dos Auditores-Fiscais da região na Assembléia Nacional dessa quinta-feira (27/3). As deliberações tiveram a participação de 86 colegas.

INÍCIO

Foz do Iguaçu
Senhas são distribuídas para evitar tumulto

O movimento grevista em Foz do Iguaçu (PR) cresce a cada dia. Na Eadi (Estação Aduaneira Interior), há mais de 900 caminhões parados. Todo o pátio está cheio e foi alugado um espaço vizinho que também já está lotado. No início da manhã de ontem (27/3), senhas começaram a ser distribuídas para viabilizar o acesso, a fim de evitar tumultos. O quadro só não piorou por conta de um protesto de agricultores no lado argentino que reteve centenas de caminhões. Os Auditores-Fiscais de Foz irão manter a paralisação até que o Governo atenda às reivindicações da Classe.

INÍCIO

Corumbá
Greve lota pátio e depósito de porto seco

Na Assembléia Nacional de ontem (27/3), os Auditores-Fiscais de Corumbá (MS) manifestaram um profundo sentimento de indignação pela forma como o Governo vem tratando a Classe, desde o início das negociações, e em especial após o início da greve.

Os colegas lotados na IRF (Inspetoria da Receita Federal do Brasil) Corumbá estão unidos e preparados para uma greve longa, caso seja necessária. O maior reflexo da greve na unidade está sendo observado, principalmente, no porto seco AGESA, onde são realizados os despachos de importação e exportação de mercadorias.

O pátio e o depósito da AGESA estão lotados. Devido à lotação, na última quarta-feira (26/3), não foi permitida a entrada de caminhões no recinto alfandegado, formando-se uma longa fila de veículos. O efetivo mínimo de 30% está sendo cumprido, realizando-se um rodízio entre os colegas.


INÍCIO

FOTO LEGENDA

Os 389 Auditores-Fiscais reunidos ontem (27/3) na Assembléia Nacional, realizada no Rio de Janeiro, repudiaram o Sidec (Sistema de Desenvolvimento na Carreira) – com nenhum voto contrário e apenas duas abstenções – e aprovaram os demais indicativos.

INÍCIO

Aeroporto JK
Manifestação reúne Auditores da DS/Brasília

Mais de 80 Auditores-Fiscais da DS (Delegacia Sindical) Brasília realizaram uma manifestação de apoio aos colegas aduaneiros lotados na Alfândega do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitscheck. Os manifestantes com faixas e adesivos permaneceram reunidos, durante parte da manhã de ontem (27/3), no térreo do aeroporto, em frente à sala da Aduana, em Brasília.

Durante o encontro, houve diversas declarações de repúdio à postura assumida pelo Governo Federal nas negociações com a Classe. A ausência de propostas e seriedade por parte dos interlocutores do Executivo foi duramente criticada. De acordo com Luiz César Serique, do Comando Local de Mobilização, o Executivo tem que demonstrar mais consideração com os Auditores-Fiscais. “Somos autoridades fiscais responsáveis pela interpretação das leis tributárias e aduaneiras”, afirmou. Leia mais

INÍCIO

Movimento forte
Mais de 200 em Assembléia mineira

O auditório do Ministério da Fazenda ficou lotado na Assembléia Nacional Extraordinária de ontem (27/3), em Belo Horizonte (MG). Participaram das discussões 96 filiados à DS (Delegacia Sindical) Belo Horizontes e 119 filiados ao Sindifisp (Sindicato de Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil) em Minas Gerais.

Em virtude do significativo comparecimento, o Comando Regional de Mobilização espera que a participação dos previdenciários continue crescendo, confirmando a tendência observada nos últimos dias: em 18 de março, participaram 14; dia 19, foram 20; e dia 26, 67 Auditores. Leia mais

INÍCIO

Tocantins
Decisão sobre tutela antecipada engrossa mobilização

Os Auditores-Fiscais da DRF (Delegacia da Receita Federal do Brasil) Palmas (TO) decidiram aderir em peso à paralisação. A resolução foi tomada em Assembléia, na quarta-feira (26/3), após a divulgação pela Unafisco de que a antecipação de tutela atende a todos os Auditores da Receita Federal do Brasil.

Na ocasião, dos 28 Auditores lotados na DRF, apenas cinco não aderiram. Um abaixo-assinado com a relação dos que decidiram pela mobilização foi entregue ao delegado da unidade. Os chefes da Safis (Seção de Fiscalização) e da Saort (Seção de Orientação e Análise Tributária) e os chefes das equipes de Aduana, Previdência e Malha entregaram pedido de desligamento de suas funções ao delegado da DRF.

Em função da greve, os Auditores estão fazendo rodízio para a manutenção do quantitativo de 30% do efetivo exigido por lei.

Na manhã de ontem (27/3), a Assembléia Conjunta com os Auditores do Trabalho decidiu pela criação de uma comissão conjunta; pela veiculação de matéria no jornal impresso do estado; pela realização de um café-da-manhã a ser oferecido aos contribuintes na DRF e na DRT (Delegacia Regional de Trabalho); além da participação no programa “Bom Dia Tocantins” - para explicação à sociedade da importância da independência do cargo, da criação da Lei Orgânica do Fisco e das atividades desempenhadas pelos Auditores.

INÍCIO

Viracopos
Ato em aeroporto marca nono dia de paralisação

Cerca de 140 Auditores-Fiscais – filiados às DSs (Delegacias Sindicais) Campinas e Limeira e ao Sindifisp (Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Federal no Brasil) em São Paulo – participaram de manifestação ontem (27/3) no saguão do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP). O ato marcou o nono dia de greve dos Auditores-Fiscais e teve caráter de sinalizar à sociedade que, após mais de seis meses de negociação, o Governo ainda não apresentou uma proposta concreta.

Nota com mais informações está anexa ao Boletim.

Moção de apoio – A DS/Campinas divulgou também uma Moção Aprovada na Câmara Municipal de Campinas em que a Casa Legislativa apela ao Governo Federal para que atenda às reivindicações dos Auditores-Fiscais. O documento é assinado pelo vereador do PSOL Paulo Bufalo. A íntegra da Moção pode ser lida anexa a este Boletim .

Além da Moção, a DS publicou considerações sobre o indicativo 3 discutido na Assembléia Nacional de ontem. O documento também pode ser lido na íntegra anexo a este Boletim.

INÍCIO

Indignação
Auditores repudiam atitude de superintendente da 10ª RF

O tratamento dado pelo superintendente da 10ª Região Fiscal a um Auditor-Fiscal lotado na DRF (Delegacia da Receita Federal do Brasil) Novo Hamburgo indignou a Classe. Dez DSs (Delegacia Sindical) – Recife, Porto Alegre, Passo Fundo, Ceará, Salvador, Santa Maria, Novo Hamburgo, Campinas, Rio de Janeiro e Pelotas – encaminharam à DEN (Diretoria Executiva Nacional) manifestos e moções de repúdio à postura do Administrador.

Ao comunicar formalmente que não iria participar do 1º Seminário Regional de Multiplicadores do Simples Nacional promovido pela RFB (Receita Federal do Brasil) ao superintendente-adjunto, Vito Mário Mandarino Gallo, o Auditor foi constrangido pelo superintendente, Luiz Jair Cardoso . Leia mais

INÍCIO

Recife
Colegas aprovam todos os indicativos

A Assembléia Nacional realizada pela DS (Delegacia Sindical) Recife e Sindafisp (Sindicato dos Auditores-Fiscais da Previdência Social) quase lotou o auditório da DS que tem capacidade para 106 pessoas. Participaram Auditores de diversas unidades: DRF (Delegacia da Receita Federal do Brasil), IRF (Inspetoria da Receita Federal do Brasil) Porto do Recife, Alfândega/Porto de Suape, Alfândega /Aeroporto dos Guararapes, DRJ (Delegacia da Receita Federal do Brasil de Julgamento) Superintendência da 4ª Regão Fiscal, Espei (Escritório de Pesquisa e Investigação) 4 e Escor (Escritório de Corregedoria) 4.

Depois dos debates, foram aprovados todos os indicativos nacionais, além de três propostas locais. Os Auditores-Fiscais de Recife enviaram à DEN (Diretoria Executiva Nacional) declaração de voto em relação ao indicativo 1, que trata do Sidec (Sistema de Desenvolvimento na Carreira) proposto para a Assembléia Nacional, sugerindo uma discussão mais profunda sobre o tema.

A declaração de voto está anexa ao Boletim.

INÍCIO

Guarulhos
Representantes da DS entregam manifesto à DRF

Na quarta-feira (26/3), a DS (Delegacia Sindical) Guarulhos entregou no Gabinete da DRF (Delegacia da Receita Federal) Guarulhos, na presença do delegado José Maria Pimentel C. Nascimento e de seu substituto, Frederico Capella Filho, manifesto assinado pelos colegas lotados nessa Delegacia.

O texto é fruto de discussão realizada na terça-feira (25/3), entre os filiados da DS/Guarulhos e do Núcleo de Guarulhos da Fenafisp (Federação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil). No documento, os Auditores-Fiscais expressam a insatisfação da Classe em relação à forma que o Governo tem se colocado nas negociações com os representantes sindicais da Classe.

Na ocasião da entrega do manifesto, os colegas Carlos Roberto dos Santos, presidente da DS/Guarulhos; Glauber Lorenzo Jovino, secretário da DS/Guarulhos; Celina R. Silva, representante do Núcleo de Guarulhos da Fenafisp; Salatiel Antunes de Matos, chefe do Secat ( Serviço de Controle e Acompanhamento Tributário); Mário N. Kikuchi, chefe do Seort ( Serviço de Orientação e Análise Tributária); e Rafael do Santos Marques foram recebidos pelo delegado da DRF/Guarulhos.

É importante destacar que o evento no qual foi elaborado o manifesto contou com a participação do presidente da DS/Cumbica, Carlos Marconi, e de outros diretores da DS, bem como do presidente da DS/SP, Luiz Fuchs.

Confira o manifesto em anexo deste boletim.

INÍCIO

Rio Grande-Chuí
Auditores comparecem em peso à Assembléia Conjunta

A DS (Delegacia Sindical) Rio Grande-Chuí realizou um café-da-manhã, nas dependências do Hotel Atlântico, para os associados de Rio Grande. O evento contou com a presença de 70% dos Auditores da Alfândega e da Agência de Rio Grande. Na ocasião, foram discutidos assuntos referentes ao andamento da greve. Em seguida, passou-se à discussão e votação dos indicativos propostos para a Assembléia Nacional. Os indicativos foram aprovados por maioria expressiva.

Segundo João Carlos Nunes, presidente da DS, a dimensão alcançada nesta greve é inédita para os Auditores-Fiscais. “Isto certamente deve-se ao fato de nossa categoria nunca ter sido ameaçada de forma tão desrespeitosa”, diz Nunes.

INÍCIO

Balanço
Auditores de Salvador recebem visita do CNM

Os Auditores-Fiscais de Salvador filiados ao Unafisco Sindical e à Fenafisp ( Federação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil) lotaram o auditório do Ministério da Fazenda nessa quinta-feira (27/3) e aprovaram quatro indicativos, dos cinco propostos pelo Comando Nacional de Mobilização (CNM), na Assembléia Nacional.

Os Auditores se abstiveram de votar o indicativo 4 por entender tratar-se de questão extremamente importante e que merece ser precedida de uma discussão mais aprofundada. Os presentes não se eximiram, porém, de uma votação futura e mais oportuna.

Na ocasião, o membro do CNM Dion Ruas respondeu a alguns questionamentos dos Auditores e fez um balanço das duas primeiras semanas do movimento. Nota completa da DS/Salvador está anexa a este Boletim.

INÍCIO

Passo Fundo
Assembléia aprova indicativos, exceto o que trata do ato público

Os Auditores-Fiscais da DRF (Delegacia da Receita Federal) Passo Fundo (RS) que participaram da Assembléia Nacional Conjunta de ontem (27/3) aprovaram quatro dos cinco indicativos e manifestaram contrários à realização de ato público.

Os Auditores solicitaram que, caso o indicativo seja aprovado, sejam levadas em conta as observações sobre a forma das manifestações, detalhadas em nota anexa a este Boletim.

Quanto à paralisação, Passo Fundo mantém 70% dos Auditores mobilizados. A expectativa é que o índice se mantenha neste patamar até que Governo atenda as reivindicações.

INÍCIO

Decisão
Auditores do Ceará inviabilizam realização da Enaf

Os Auditores-Fiscais lotados na DRF (Delegacia da Receita Federal do Brasil) de Fortaleza decidiram não participar de nenhuma ação fiscal relativa à Enaf (Estratégia Nacional de Fiscalização), que iria ser desencadeada nos próximos dias. Em razão da decisão, a operação foi inviabilizada por completo na capital cearense. A informação foi comemorada pelos mais de 120 Auditores presentes à Assembléia Nacional Conjunta dessa quinta-feira (27/3).

INÍCIO

Exigência
Auditores do Pará querem tratamento digno

A votação na Assembléia Nacional de ontem (27/3), em Belém (PR) reuniu Auditores-Fiscais da Unafisco e Fenafisp (Federação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil).

Todos os indicativos foram votados em conjunto, apontando para a futura unificação das entidades. A votação contra o Sidec (Sistema de desenvolvimento na carreira) foi unânime.

Em seguida, ficou acordado que será realizado um ciclo de debates com o objetivo de traçar perspectivas para fortalecer a administração tributária e aduaneira federal. 

INÍCIO

FOTO LEGENDA

Auditores-Fiscais da DS (Delegacia Sindical) Bauru participaram de reunião na última quarta-feira (26/3) para acompanhamento do movimento grevista.

INÍCIO

Aracaju
DS encaminha manifesto

A DS/Aracaju enviou à DEN (Diretoria Executiva Nacional) manifesto de Auditores-Fiscais oriundos da extinta Secretaria da Receita Previdenciária em que apresentam três questionamentos que, em suma, estão relacionados à fusão do Unafisco Sindical e da Fenafisp (Federação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil). A DEN esclarece que o assunto será pauta do próximo CDS (Conselho de Delegados Sindicais), que ocorrerá entre os dias 31 de março e 2 de abril.

O manifesto está anexo a este Boletim.

INÍCIO

Indicativos
DS/Piracicaba apreensiva quanto à aprovação de dois itens

Auditores-Fiscais filiados à DS (Delegacia Sindical) Piracicaba divulgaram nota registrando a apreensão da Classe quanto aos indicativos 3 e 5, encaminhados pelo CNM (Conselho Nacional de Mobilização) e apreciados na Assembléia Nacional de ontem (27/3). Os motivos estão detalhados em documento anexo a este Boletim.

INÍCIO

Porto Velho
Diretor da DEN reforça mobilização

Com o intuito de fortalecer a mobilização dos Auditores-Fiscais em Porto Velho, o diretor-suplente do Unafisco e presidente da DS (Delegacia Sindical) Mato Grosso, Cláudio Damasceno, visita hoje a DRF (Delegacia da Receita Federal do Brasil) local. Na pauta a ser discutida, destaque para a Campanha Salarial e a LOF (Lei Orgânica do Fisco). A reunião está marcada para as 9h30.

INÍCIO

Rodízio
Rio Grande do Sul faz rodízio para cumprir exigência

Ontem, 27/3, foi realizada Assembléia Nacional na sede da DS (Delegacia Sindical) Pelotas (RS) que também contou com participação dos colegas de Jaguarão e Camaquã. Os indicativos foram discutidos e votados. A adesão no Estado continua altíssima, sendo necessário rodízio para cumprir os 30% legais. Nota com mais informações está anexa ao Boletim.

INÍCIO

CURTAS

Vitória da Conquista – Na cidade do interior baiano, só estão trabalhando 30% dos Auditores-Fiscais. Diariamente, o Comando Local de Mobilização informa ao DRF (Delegado da Receita Federal) os nomes dos colegas escalados para trabalhar naquele dia.

Joinville – A DS (Delegacia Sindical) informa que a Assembléia de ontem (27/3) foi a maior em toda a história local. Presentes, pelo Unafisco, estavam 38 ativos e nove aposentados e pela Fenafisp, 17 ativos e dois aposentados.

INÍCIO

CDS
Reunião ocorrerá no Hotel Grand Bittar, em Brasília

A DEN (Diretoria Executiva Nacional) comunica que próximo CDS (Conselho de Delegados Sindicais) será no Hotel Grand Bittar, no Setor Hoteleiro Sul, em Brasília, entre os dias 31 de março e 2 de abril. O valor das diárias em apartamento individual é de R$ 185,00 (+10% de taxa) e em apartamento dublo, R$ 260,00 (+10% de taxa).

A pauta do CDS é composta por oito itens. Entre eles, a Campanha Salarial, a LOF (Lei Orgânica do Fisco), a eleição da Comissão Organizadora do XI Conaf (Congresso Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil) e o reajuste da AJI (Assistência Jurídica Individual).

INÍCIO

Apoio
Luciana Genro participa de seminário na DS/Porto Alegre

Em nota enviada à DEN (Diretoria Executiva Nacional), a DS (Delegacia Sindical) Porto Alegre informa que a líder do PSOL na Câmara dos Deputados, Luciana Genro, confirmou presença no seminário “LOF em debate: administração tributária e interesse público”.

Confira íntegra da nota anexa a este Boletim.

INÍCIO

Envio
Prazo para entregar demonstrações termina hoje

Termina hoje o prazo de entrega das demonstrações contábeis para a consolidação das informações a serem apresentadas ao Conselho Fiscal. Confira lista das 28 DSs (Delegacias Sindicais) que já enviaram suas demonstrações à DEN (Diretoria Executiva Nacional: Bauru, Piauí, Cascavel, Caxias do Sul, Cumbica, Curitiba, Divinópolis, Foz do Iguaçu, Goiânia, Itajaí, Joaçaba, Limeira, Maranhão, Marília, Mato Grosso, Novo Hamburgo, Paraíba, Pelotas, Poços de Caldas, Presidente Prudente, Recife, Ribeirão Preto, Santana do Livramento, São José do Rio Preto, Sorocaba, Taubaté, Uberlândia e Varginha.

INÍCIO

Primeiro Dia
Conselho curador do Unafisco Saúde dá inicio aos trabalhos

Começou ontem (27/3) e termina hoje a reunião do Conselho Curador do Unafisco Saúde, no Hotel Nacional, em Brasília. No primeiro dia, foram discutidos basicamente dois pontos: a alteração do regimento das eleições do Conselho Curador, que serão realizadas em junho, e os relatórios gerenciais, que dizem respeito a situação financeira do plano.

INÍCIO

 

DIRETORIA EXECUTIVA NACIONAL

 

Entrega de Cargos
Chefias de Lages, Marabá e Palmas aderem à greve
Orientações
CNM pede informações a Comandos Locais
Santos
Auditores decidem manter paralisação
Juiz de Fora
Contêineres acumulados em pátio evidenciam paralisação
Foz do Iguaçu
Senhas são distribuídas para evitar tumulto
Corumbá
Greve lota pátio e depósito de porto seco
Foto Legenda
Aeroporto JK
Manifestação reúne Auditores da DS/Brasília
Movimento forte
Mais de 200 em Assembléia mineira
Tocantins
Decisão sobre tutela antecipada engrossa mobilização
Viracopos
Ato em aeroporto marca nono dia de paralisação
Indignação
Auditores repudiam atitude de superintendente da 10ª RF
Recife
Colegas aprovam todos os indicativos
Guarulhos
Representantes da DS entregam manifesto à DRF
Rio Grande-Chuí
Auditores comparecem em peso na Assembléia Conjunta
Balanço
Auditores de Salvador recebem visita do CNM

Passo Fundo
Assembléia aprova indicativos, exceto o que trata do ato público

Decisão
Auditores do Ceará inviabilizam realização da Enaf
Exigência
Auditores do Pará querem tratamento digno
Foto Legenda
Aracaju
DS encaminha manifesto
Indicativos
DS/Piracicaba apreensiva quanto à aprovação de dois itens
Porto Velho
Diretor da DEN reforça mobilização
Rodízio
Rio Grande do Sul faz rodízio para cumprir exigência
CURTAS
CDS
Reunião ocorrerá no Hotel Grand Bittar, em Brasília
Apoio
Luciana Genro participa de seminário na DS/Porto Alegre

Envio
Prazo para entregar demonstrações termina hoje

Primeiro Dia
Conselho curador do Unafisco Saúde dá inicio aos trabalhos
   
   

Boletim em
formato word