-->


Home
Brasília, 7 de abril de 2008

ANO XIII

Nº 2573

     

Assembléia Nacional
Cinco indicativos serão avaliados pelos Auditores

Hoje, Auditores-Fiscais de todo o País estarão reunidos em Assembléia Nacional Unificada – Unafisco e Fenafisp (Federação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil), para discutir a Campanha Salarial da Classe.

O CNM (Comando Nacional de Mobilização) coloca para aprovação dos Auditores cinco indicativos. Os quatro primeiros foram elaborados pelo CDS (Conselho de Delegados Sindicais) e tiveram sua redação adaptada para esta Assembléia Nacional Unificada.

No primeiro indicativo, os Auditores-Fiscais deverão firmar posicionamento em relação à assinatura de acordo com o Governo que apresente impedimento a greves futuras sobre temas diversos da questão remuneratória.

A Classe deverá ratificar ou não, no indicativo 2, que as funções do CNM são as de definir, planejar e organizar as atividades e eventos de mobilização de acordo com as especificidades de cada localidade e da área de atividade da RFB (Receita Federal do Brasil), bem como definir conjuntamente com as direções da Fenafisp e do Unafisco os recursos financeiros e logísticos necessários. Além disso, o CNM também teria a prerrogativa de participar da condução da política do movimento grevista; elaborar indicativos para as Assembléias Nacionais Conjuntas e participar da formulação da política de comunicação com a base.

No indicativo 3, é submetido aos Auditores o texto da moção em solidariedade aos Auditores-Chefes que colocaram seus cargos à disposição da Administração.

A Classe também deverá deliberar sobre a realização de uma Plenária Nacional Conjunta – Unafisco e Fenafisp - em Brasília, nos dias 10 e 11 de abril, tendo como ponto principal da pauta a Campanha Salarial 2007/2008 (indicativo 4). Os delegados deverão ser eleitos imediatamente, caso o indicativo seja aprovado.

O indicativo 5 trata de condição específica a constar de um eventual acordo a ser assinado entre o Unafisco e o Governo, quando do desfecho da atual Campanha Salarial, propõe a garantia da antiguidade como critério para progressão e promoção na Carreira e estabelece os parâmetros em que tal critério deverá ser aplicado.

As considerações e os indicativos estão na Área Restrita do site. A DEN (Diretoria Executiva Nacional) encaminha pela aprovação de todos os indicativos e ressalta que as DSs (Delegacias Sindicais) devem encaminhar os resultados, assim como os nomes dos delegados eleitos, tão logo se encerre a votação, em virtude da proximidade da data proposta para a Plenária.

INÍCIO

 

Greve
Negado pedido de suspensão de tutela antecipada

O TRF 4ª (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) negou o pedido da AGU (Advocacia Geral da União) para suspender a tutela antecipada concedida na ação ordinária proposta pelo Unafisco Sindical. A suspensão de execução de tutela antecipada havia sido proposta pela AGU, na última quarta-feira (2/4).

O presidente em exercício do TRF 4ª não acatou o pedido de suspensão da AGU, invocando entendimento da Corte Especial do Tribunal, no sentido de que a Presidência deixa de ter competência para apreciar a suspensão de segurança se o tribunal já tiver apreciado pedido de suspensão de decisão liminar, mesmo que por decisão monocrática.

Desta forma, justifica-se a recusa do pedido de suspensão de segurança da AGU, já que a desembargadora federal, Maria Lúcia Luz Leiria, do TRF 4ª, não concedeu efeito suspensivo ao agravo de instrumento da AGU, interposto para cassar os efeitos da tutela antecipada deferida pelo magistrado da 4ª Vara Federal da Seção Judiciária de Porto Alegre.

A decisão demonstra o reconhecimento dos magistrados com a causa dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil. No entanto, a DEN (Diretoria Executiva Nacional) alerta aos filiados que ainda é possível utilização de outros instrumentos para tentar revogar a antecipação de tutela que garante a participação dos Auditores-Fiscais no movimento grevista.

Para evitar qualquer prejuízo, o departamento de Assuntos Jurídicos do Unafisco continua atento na defesa dos pleitos dos Auditores-Fiscais.

A íntegra da decisão está disponível no Quadro de Avisos.

INÍCIO

 

Greve
Comandos locais de São Paulo discutem movimento

 

Na sexta-feira (4/4), representantes dos Comandos Locais de Mobilização da 8ª Região Fiscal se reuniram na capital paulista para discutir a intensificação do movimento grevista. O presidente da DS (Delegacia Sindical) São Paulo, Luiz Fuchs, o diretor de Assuntos Jurídicos e Técnicos da DS, Roberto Zeitoun, o presidente da Unafisco Associação, Édison Staibano e o vice-presidente, Luiz Fernando Hornstein, participaram do encontro, assim como Auditores-Fiscais das localidades de Ribeirão Preto, Campinas, Viracopos, Marília, Bauru, Limeira, Sorocaba, Santo André, Osasco e Barueri.

Os Auditores receberam informes sobre a paralisação em cada cidade e trocaram experiências quanto às formas de mobilização, ações desenvolvidas e devolução dos trabalhos. Os relatos reforçaram o entendimento de que o movimento está muito forte no estado, até mesmo em localidades que historicamente não participavam de greves.

Foram discutidas, ainda, estratégias para causar mais impacto à paralisação, tirando o melhor resultado possível de cada uma das ações desenvolvidas. Os presentes salientaram a importância de se deixar claro à mídia e à sociedade que a greve não é apenas por aumento dos salários, mas também pela valorização do Auditor-Fiscal, que exerce atividades imprescindíveis ao Estado brasileiro relacionadas, inclusive, à distribuição de renda e à segurança nacional.

Ficou acertado que as reuniões entre os comandos locais da 8ª RF serão periódicas. “Com o peso que tem São Paulo, precisamos nos manter em permanente diálogo, até mesmo posteriormente às conquistas desta greve”, afirmou Luiz Fuchs. O presidente da DS/SP ressaltou que as aduanas do estado já estão atuando de modo integrado, o que tem garantido excelentes resultados para o movimento.

INÍCIO

 

São Paulo
Aduanas unidas contra proposta do Governo

A proposta oferecida pelo Governo na última quinta-feira (3/4) indignou os Auditores-Fiscais das aduanas de São Paulo.

Em Viracopos, os Auditores decidiram, na tarde da sexta-feira (4/4), manter em atividade apenas os 30% necessários para a realização dos serviços essenciais, como determina a jurisprudência. No armazém do aeroporto, duas mil toneladas de carne – mais de duas vezes a quantidade normal – aguardam liberação. As transportadoras já reclamam dos prejuízos e buscam mandados de segurança para liberar as cargas. Hoje, será realizada a Assembléia Nacional Unificada às 14h30.

Em Cumbica, o armazém de importação chegou à sua capacidade máxima. O setor de exportação também deve chegar ao limite no próximo final de semana. Haverá assembléia local às 13h30, e logo após, às 14h30, a Assembléia Nacional. Os Auditores pretendem demonstrar o repúdio à proposta apresentada pelo Governo.

Em Santos, o movimento continua forte. A assembléia será realizada às 10h30.

INÍCIO

 

Acre
Delegado-adjunto e inspetores entregam cargos

Na última sexta-feira (4/4) , os Auditores-Fiscais da RFB (Receita Federal do Brasil) no Acre se reuniram com os Auditores do Trabalho para discutir o movimento.

  O sentimento predominante é de profundo descontentamento com a forma de agir do Governo. Diante do fato, os Auditores resolveram entregar os cargos de chefia à delegada da RFB (Receita F ederal do Brasil) em Rio Branco .

  No mesmo dia, chefes, chefes-substitutos, o delegado-adjunto, o inspetor e o inspetor-adjunto de Brasiléia colocaram os cargos à disposição.

INÍCIO

 

Cascavel
Administradores se engajam ao movimento

Auditores-Fiscais que ocupam cargos de chefia em Cascavel (PR) entregaram na última sexta-feira (4/4) um documento ao delegado da RFB (Receita Federal do Brasil) na cidade em que colocam seus cargos à disposição.

“Nós, Auditores-Fiscais atualmente exercendo funções de chefia nesta Delegacia da Receita Federal, juntamente com os respectivos substitutos, chefes de equipe e supervisores, vimos, através deste, colocar nossos cargos à vossa disposição para que possamos, sem qualquer restrição, engajarmo-nos na luta pelos anseios da categoria”, diz o documento.

Na nota, também é pedido ao delegado que ele leve às instâncias superiores da RFB e do Ministério da Fazenda o crescente grau de insatisfação dos Auditores com o impasse criado nas negociações.

O documento assinado pelos Auditores de Cascavel está anexo.

INÍCIO

 

Joinville
Todos os Auditores com cargos de chefia entregam os cargos

Na última sexta-feira (4/4), os Auditores-Fiscais que ocupam chefias na DRF (Delegacia da Receita Federal) Joinville (SC) entregaram seus cargos.

No documento, os Auditores-Chefes destacaram a impossibilidade de administrar a frustração pelo não atendimento aos pleitos da Classe e reconheceram a justiça das reivindicações. “Vimos, por meio deste, mostrar concordância com os demais colegas, colocando nossos cargos à disposição”, afirma o documento, que está anexo.

INÍCIO

 

Pelotas
Auditores entregam carga de trabalhos

Na última quinta-feira (3/4), os Auditores-Fiscais lotados na DRF (Delegacia da Receita Federal) Pelotas realizaram a entrega dos trabalhos aos Auditores-Chefes que ainda não aderiram à greve e diretamente para o delegado, nos demais casos.

A DS (Delegacia Sindical) Pelotas informa que o controle dos 30% em atividade está sendo feito de forma rigorosa desde o início da greve, cuja adesão superou os 70%.

INÍCIO

 

FOTO-LEGENDA
Paranaguá.jpg

Paranaguá (PR) – As conseqüências da paralisação dos Auditores-Fiscais estão cada vez mais evidentes. Nesta foto, de quinta-feira (3/4), a fila de caminhões começa no Porto de Paranaguá e vai até Matinhos, município do litoral paranaense que fica a cerca de 50 quilômetros do porto.

INÍCIO

 

São Paulo
Começou entrega dos trabalhos na Derat

Na última quinta-feira (3/4), os Auditores-Fiscais da Derat (Delegacia da Receita Federal do Brasil de Administração Tributária) de São Paulo deram uma demonstração da força da greve na região. Setenta por cento dos Auditores da Diort (Divisão de Orientação e Análise Tributária) entregaram os trabalhos aos administradores, iniciando as devoluções.

A carta entregue por cada Auditor informou aos administradores que, tendo em vista a adesão ao movimento paredista, não seria dado prosseguimento aos procedimentos sob sua responsabilidade e que a formalização da devolução era feita com o intuito de se evitar prejuízos à Fazenda Nacional.

INÍCIO

 

Greve
Auditores de Mato Grosso do Sul encaminham manifesto

Os Auditores-Fiscais de Campo Grande (MS) realizaram na sexta-feira (4/4) reunião para a entrega de um manifesto a ser encaminhado para o secretário da RFB (Receita Federal do Brasil), Jorge Rachid, e para o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

O documento foi recebido pelos delegados da DRF (Delegacia da Receita Federal do Brasil) e da DRJ (Delegacia da Receita Federal do Brasil de Julgamento), Edson Ishikawa e Romildo Idalgo, respectivamente, que participam de reunião com o secretário esta semana.

O evento, que contou com a presença de mais de 60 Auditores ativos e aposentados, foi realizado pela DS (Delegacia Sindical) Mato Grosso do Sul, em parceria com a Fenafisp (Federação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil). Também estiveram presentes representantes da ANFIP (Associação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil) Regional e Nacional.

Segundo informações da DS, após quase oito meses de conversações infrutíferas com os técnicos do Ministério do Planejamento, os Auditores-Fiscais de Campo Grande consideram fundamental a participação do secretário Jorge Rachid e do ministro Guido Mantega para que as negociações avancem.

Segue anexa íntegra do manifesto.

INÍCIO

 

Mobilização
DS Brasília realiza série de atividades a partir de hoje

O Comando Local de Mobilização de Brasília realiza uma série de atividades de mobilização de hoje até o próximo dia 17. O objetivo é fortalecer a greve e sensibilizar o Governo para o atendimento da pauta de reivindicações.

Nesta manhã, os Auditores-Fiscais participam de um ato público com café-da-manhã. À tarde, será realizada a Assembléia Nacional Unificada. Na quarta-feira (9/4), haverá outro ato público, desta vez, organizado pelo CNM (Comando Nacional de Mobilização).

Segue anexa programação completa.

INÍCIO

FOTO-LEGENDA

Florianópolis (SC) – Os Auditores-Fiscais da Delegacia da RFB (Receita Federal do Brasil) participaram do dia oficial da entrega da carga de trabalhos. O registro fotográfico é da última quinta-feira (3/4).

INÍCIO

 

Participação
Apoio na devolução de trabalhos em Niterói

Os Auditores-Fiscais da DRF (Delegacia da Receita Federal do Brasil) Niterói contaram com a participação expressiva de colegas de todas as áreas na devolução dos trabalhos do Sefis (Serviço de Fiscalização) ao delegado Marcelo Cruz Pontual e aos Auditores-Chefes do Seort (Serviço de Orientação e Análise Tributária), Secat (Serviço de Controle e Acompanhamento Tributário) e da Efa (Equipe de Fiscalização Aduaneira).

A diretoria da DS (Delegacia Sindical) Niterói levou ao delegado e aos demais Auditores-Chefes a insatisfação da Classe e a expectativa de ver aqueles que ocupam cargos de chefia e direção se manifestando junto ao superintendente e ao secretário quanto às reivindicações dos grevistas.

Pontual declarou seu reconhecimento às reivindicações da Classe, considerando-as justas pela importância do cargo de Auditor-Fiscal e pelo trabalho desempenhado para o País e sociedade. Lei a nota completa enviada pela DS anexa a este Boletim Informativo.

INÍCIO

 

Reconhecimento
Sindifisco-PE apóia reivindicações dos Auditores

Na última sexta-feira (4/4) pela manhã, os Auditores-Fiscais lotados na DRF (Delegacia da Receita Federal do Brasil) Recife fizeram a devolução de suas cargas de trabalho. À tarde, a DS (Delegacia Sindical) Recife realizou plantão de greve em sua sede.

Sindifisco – A causa dos Auditores-Fiscais ganhou reconhecimento do Sindfisco-PE (Sindicato dos Funcionários Integrantes do Grupo Ocupacional Auditoria do Tesouro Estadual de Pernambuco). A entidade enviou ofício – anexo a este Boletim – no qual afirma que a reivindicação da Classe é passível de ser atendida pelo Governo Federal, não só pelo valor em si, mas como forma de valorizar e respeitar o empenho dos profissionais.

INÍCIO

 

Entrega dos trabalhos
Em Foz do Iguaçu, adesão de todos os Auditores

Foz do Iguaçu.jpg

Todos os Auditores-Fiscais de Foz do Iguaçu (PR) entregaram na quinta-feira (3/4) os trabalhos que estavam sob suas cargas aos Auditores-Chefes imediatos. Ainda como parte das atividades relacionadas à paralisação da Classe, os Auditores decidiram não receber nenhum trabalho novo ou relativo à Enaf (Estratégia Nacional de Fiscalização).

De acordo com nota enviada pela DS (Delegacia Sindical) local, os Auditores de Foz continuam indignados com a maneira como o Governo tem conduzido a negociação: sem avançar em nada e sem dar um encaminhamento às demandas da Classe.

 

INÍCIO

FOTO-LEGENDA
 

Ribeirão Preto – Ao todo, 43 Auditores-Fiscais já devolveram os trabalhos na cidade. Na Sefis ( Serviço de Fiscalização), Seort ( Serviço de Orientação e Análise Tributária) e Secat ( Serviço de Controle e Acompanhamento Tributário), foram 27 e na DRJ ( Delegacia da Receita Federal do Brasil de Julgamento), 16 colegas.

 

INÍCIO

Manifesto
Auditores do Escor da 5ª RF aderem à greve

Oito Auditores-Fiscais lotados no Escor (Escritório de Corregedoria) da 5ª Região Fiscal entregaram um manifesto, na última sexta-feira (4/4), ao Auditor-Chefe do Escritório, Roberto Alvarenga Junqueira, em apoio ao movimento grevista.

O documento discorre sobre a importância do cargo para o Estado e sobre a complexidade e a variedade de suas atribuições.

“Somos, na Administração Pública, os únicos funcionários públicos legalmente autorizados a combater a sonegação fiscal, as fraudes tributárias e previdenciárias, julgar recursos em processos administrativos fiscais, cuidar das fronteiras, portos e aeroportos combatendo o contrabando, o descaminho, a evasão de divisas e o tráfico internacional de armas e drogas. E o fazemos com competência e empenho, prova disto são os sucessivos recordes de arrecadação de tributos largamente noticiados. Desta forma, dado o nível de responsabilidades, deveres e obrigações que nos são inerentes, merecemos estar no primeiro escalão do Executivo Federal”, afirmam os Auditores, no documento.

Eles ainda ressaltam que o Governo parece não reconhecer a importância da Classe, haja vista já se passarem mais de sete meses de negociações, sem sucesso.  A nota enviada pela DS (Delegacia Sindical) e o manifesto entregue ao Auditor-Chefe do Escor estão anexos a este Boletim Informativo.

INÍCIO

 

Caravana
Auditores de Salvador apoiarão a entrega dos cargos em Feira de Santana

Na última sexta-feira (4/4), os Auditores-Fiscais de Salvador se reuniram no Ministério da Fazenda para discutir as primeiras três semanas de greve da Classe. Na ocasião, foi aprovada a visita aos Auditores-Chefes de Feira de Santana, que colocarão os cargos à disposição da RFB (Receita Federal do Brasil).

Na próxima terça-feira (8/4), os Auditores de Salvador saem em caravana rumo a Feira de Santana para acompanhar a entrega dos cargos na DRF (Delegacia da Receita Federal do Brasil) local. Confira, anexa , nota enviada pela DS (Delegacia Sindical) Salvador.

INÍCIO

 

Manaus
DS programa diversas ações durante a semana

Uma série de atividades está programada para esta semana em Manaus. Hoje, os Auditores-Fiscais participam de um café-da-manhã e da Assembléia Nacional Unificada.

No decorrer da semana, estão previstas também diversas visitas aos locais de trabalho. Segundo a DS (Delegacia Sindical) Manaus, a greve na cidade permanece forte e tem alcançado repercussão na imprensa local e nacional.

Segue anexo calendário de atividades.

INÍCIO

 

Comunicado
Auditores-Fiscais sergipanos se juntam à greve

Os Auditores-Fiscais de Aracaju (SE) realizaram uma assembléia, no último dia 31, e decidiram por esmagadora maioria aderir ao movimento paredista.

Conforme jurisprudência do STF (Supremo Tribunal Federal), está se cumprindo a exigência de manter 30% dos Auditores em serviço.

Mais informações podem ser lidas anexas a este Boletim.

INÍCIO

 

FOTO-LEGENDA

 Maranhão – Os Auditores-Fiscais da RFB (Receita Federal do Brasil) e os Auditores-Fiscais do Trabalho vêm realizando atividades conjuntas durante o movimento grevista. Na última quarta-feira (2/4), a DS (Delegacia Sindical) Maranhão e as demais entidades representativas das duas Classes promoveram uma manifestação em frente ao acesso do Porto do Itaqui, em São Luís.

INÍCIO

 

Mobilização
Adesão à greve é expressiva em Goiás

A DS (Delegacia Sindical) Goiás informa os percentuais de adesão à greve no estado. Em Goiânia, 90%, dos Auditores-Fiscais estão em greve e em Anápolis, 85%. No entanto, rodízio tem sido realizado para garantir o efetivo de 30% em atividade.

Segundo informações da DS, o movimento grevista goiano também tem conquistado importantes espaços na mídia. A DS faz ainda uma avaliação sobre a atuação do CNM (Comando Nacional de Mobilização) que pode ser lida anexa.

INÍCIO

 

Pará
Auditores recebem visita do Sintprevs

No final da manhã da sexta-feira (4/4), dirigentes da DS (Delegacia Sindical) do Pará receberam a visita de representantes do Sintprevs-PA (Sindicato dos Trabalhadores da Previdência e da Saúde) que afirmaram não ter assinado proposta feita pelo Governo. Os diretores da DS também deram entrevistas para a TV Cultura e para o jornal Diário do Pará.

Auditores-Fiscais que trabalham na DRF (Delegacia da Receita Federal) visitaram os colegas aduaneiros para prestar-lhes solidariedade. O texto enviado pela DS Pará está anexo.]

INÍCIO

 

Greve
Deputado federal João Dado apóia luta dos Auditores

O deputado federal João Dado (PDT/SP) recebeu na tarde da última quarta-feira (2/4), o presidente da DS (Delegacia Sindical) Santos, Wellington Clemente, e o diretor Parlamentar da DS/Brasília, George Souza, para tratar da Campanha Salarial dos Auditores-Fiscais.

O parlamentar, que é originário da carreira de Fiscal de Renda do Estado de São Paulo, tem um histórico de luta em defesa dos Auditores-Fiscais. Ele informou já ter tratado do movimento grevista com o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, para sensibilizá-lo quanto ao atendimento das reivindicações. Na opinião do deputado, a greve já causou graves prejuízos. Alguns exemplos seriam os mais de 30.000 contêineres acumulados no Porto de Santos e a interrupção das linhas de produção de algumas empresas.

Desde o início da greve, o deputado tem demonstrado preocupação com o movimento, inclusive, divulgando informações em seu site: www.joaodado.com.br

INÍCIO

 

Articulação
DSs Vitória e Campinas visitam parlamentares

Os presidentes das DSs (Delegacias Sindicais) Vitória e Campinas, Adriano Corrêa e Paulo Gil, estiveram, na última quarta-feira (2/4), com os senadores Renato Casagrande (PSB-ES) e Aloísio Mercadante (PT-SP) e com o deputado federal Lelo Coimbra (PMDB-ES), para solicitar apoio às reivindicações dos Auditores-Fiscais e informá-los sobre a rejeição da Classe ao SIDEC (Sistema de Desenvolvimento na Carreira).

Os senadores Renato Casagrande e Aloísio Mercadante manifestaram disposição de auxiliar na interlocução com o Governo, para retomada das negociações.

O deputado federal Lelo Coimbra, que é originário da categoria dos Auditores-Fiscais do Trabalho, manifestou seu apoio incondicional ao movimento e afirmou que fará pronunciamento sobre o assunto no plenário e buscará diálogo com o líder do Governo na Câmara dos Deputados, Henrique Fontana (PT/RS).

INÍCIO

 

Ceará
Auditores defendem negociação com Ministério da Fazenda

 Auditores-Fiscais de Fortaleza (CE), reunidos na última sexta-feira (4/4), em frente ao prédio do Ministério da Fazenda, aprovaram uma nota em que defendem a mudança no eixo das negociações do Ministério do Planejamento para o Ministério da Fazenda.

A nota está anexa.

INÍCIO

 

Curtas

Vitória da Conquista (BA) – A DS informa que a greve continua com 70% de adesão, mantendo o efetivo de 30% em escala de rodízio.

Lages (SC) – Na quinta-feira (3/4), os Auditores Fiscais lotados na DRF (Delegacia da Receita Federal) da cidade entregaram os trabalhos. A prática já vem acontecendo em diversas regiões do País, fortalecendo o movimento grevista.

 

INÍCIO

 

DIRETORIA EXECUTIVA NACIONAL

Greve
Negado pedido de suspensão de tutela antecipada

Greve
Comandos locais de São Paulo discutem movimento
São Paulo
Aduanas unidas contra proposta do Governo
Acre
Delegado-adjunto e inspetores entregam cargos
Cascavel
Administradores se engajam ao movimento
Joinville
Todos os Auditores com cargos de chefia entregam os cargos
Pelotas
Auditores entregam carga de trabalhos
FOTO-LEGENDA
São Paulo
Começou entrega dos trabalhos na Derat
Greve
Auditores de Mato Grosso do Sul encaminham manifesto
Mobilização
DS Brasília realiza série de atividades a partir de hoje
FOTO-LEGENDA
Participação
Apoio na devolução de trabalhos em Niterói
Reconhecimento
Sindifisco-PE apóia reivindicações dos Auditores
Entrega dos trabalhos
Em Foz do Iguaçu, adesão de todos os Auditores
FOTO-LEGENDA
Manifesto
Auditores do Escor da 5ª RF aderem à greve
Caravana
Auditores de Salvador apoiarão a entrega dos cargos em Feira de Santana

Manaus
DS programa diversas ações durante a semana

Comunicado
Auditores-Fiscais sergipanos se juntam à greve
FOTO-LEGENDA
Mobilização
Adesão à greve é expressiva em Goiás
Pará
Auditores recebem visita do Sintprevs
Greve
Deputado federal João Dado apóia luta dos Auditores
Articulação
DSs Vitória e Campinas visitam parlamentares
Ceará
Auditores defendem negociação com Ministério da Fazenda
Curtas
   
   

Boletim em
formato word