-->


Home
Brasília, 3 de abril de 2008

ANO XIII

Nº 2571

     

CNM
Hoje é o Dia Nacional de Entrega dos Trabalhos

Hoje, os Auditores-Fiscais em greve irão dar uma nova demonstração de unidade. Conforme foi deliberado na última Assembléia Nacional, esta quinta-feira é o Dia Nacional para a Devolução dos Trabalhos sob a carga dos Auditores-Fiscais.

O CNM (Comando Nacional de Mobilização) publica nos anexos deste Boletim orientações aos Auditores-Fiscais sobre a entrega dos trabalhos, com o objetivo de recrudescer ainda mais o movimento que permanece com elevados índices de adesão em todo o Brasil.

O CMN orienta todas as autoridades fiscais a seguirem algumas diretrizes para a entrega dos trabalhos:

“- Todos os trabalhos devem ser devolvidos conforme deliberação da Assembléia.

- Nenhum trabalho novo deve ser recebido enquanto perdurar o movimento”, destaca a Carta, que também faz algumas considerações a serem observadas pelos Auditores.

Também anexos a este Boletim estão os modelos de comunicação para a entrega dos trabalhos tanto para quem trabalha na Malha, quanto para os Auditores da área de Fiscalização e de Processos.

INÍCIO

Deliberação
CDS encerra discussões em Brasília

O CDS (Conselho de Delegados Sindicais), que terminou ontem em Brasília (2/4), aprovou, entre várias outras deliberações, a criação de duas comissões: uma delas para estudar a unificação da representação sindical, e outra para preparar o Conaf ( Congresso Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal), previsto para outubro.

O Conselho discutiu assuntos complementares em relação à reafirmação da LOF (Lei Orgânica do Fisco) dos Auditores em oposição à minuta do ProPessoas. Também foi aprovada a nova tabela de honorário da AJI (Assistência Jurídica Individual), assim como os respectivos repasses das DSs (Delegacias Sindicais).

Ato público – Além disso, o CDS confirmou a realização de um ato público no dia 9 de abril e a antecipação da Plenária Nacional Conjunta – Unafisco e Fenafisp (Federação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil) – para os dias 10 e 11 de abril, caso seja aprovada em Assembléia. Tanto o ato público como a Plenária vão ocorrer em Brasília.

Ainda entre as deliberações do CDS, está a convocação de uma Assembléia Nacional para a próxima segunda-feira (7/4) – ver matéria a seguir.

O CDS também aprovou uma carta que está anexa a este Boletim explicando as circunstâncias que levaram a Classe à greve e incentivando todos os Auditores, inclusive os chefes, a reforçarem o movimento.

Valorização – “Nosso movimento grevista defende a instituição Receita Federal, o interesse público, nossas atribuições e a justa valorização da atividade do Auditor-Fiscal com uma remuneração compatível com a sua importância na busca da justiça fiscal e social”, destaca a carta.

Além disso, o documento encaminha pela rejeição do último esboço de tabela sinalizado pelo Governo, que rebaixa os salários inicial e final anteriormente apresentados, assim como pela rejeição do Sidec (Sistema de Desenvolvimento na Carreira), entre outros pontos.

Por fim, o CDS torna pública a moção de repúdio contra o superintendente da 10ª RF (Região Fiscal) pelo tratamento dado a um Auditor filiado à DS/Novo Hamburgo. O documento está anexo a este Boletim.

INÍCIO

Convocatória
Auditores se reúnem em Assembléia segunda-feira

Está marcada para a próxima segunda-feira (7/4) uma nova Assembléia Nacional Extraordinária, aprovada pelo CDS (Conselho de Delegados Sindicais) e convocada pela DEN (Diretoria Executiva Nacional). Na ocasião, serão discutidas a Campanha Salarial e os encaminhamentos do CDS. A convocatória está publicada nos anexos do Boletim e no Quadro de Avisos do site do Unafisco.

Na Assembléia, os Auditores também irão deliberar sobre a realização de uma Plenária Nacional Conjunta, que, caso aprovada, ocorrerá nos dias 10 e 11 de abril. Diante da proximidade do calendário, a DEN solicita às DSs (Delegacias Sindicais) que repassem os resultados da votação o mais rapidamente possível.

A Classe deverá, ainda, eleger durante a Assembléia os delegados para a Plenária. No caso de ela ser acatada, a DEN orienta que as DSs agilizem as passagens para os delegados eleitos.

Nas discussões da próxima segunda-feira, os participantes também terão a oportunidade de fazer a análise da conjuntura, além de receber os informes sobre a greve.

A Assembléia será realizada nas DSs (Delegacias Sindicais) e representações, em horários a serem definidos e divulgados localmente.

INÍCIO

Ato Público
CNM convoca Auditores para manifestação em Brasília

Na próxima quarta-feira (9/4), os Auditores-Fiscais irão participar de um ato público em frente ao prédio do Ministério da Fazenda, na Capital Federal. A manifestação está sendo preparada pelo CNM (Comando Nacional de Mobilização), em cumprimento ao indicativo 5 da Assembléia Nacional realizada no último dia 27.

A concentração começará às 10 horas. A idéia é que, além do protesto, representantes da Classe sejam recebidos para uma audiência com o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

A nota encaminha pelo Comando à DEN (Diretoria Executiva Nacional) está anexa a este Boletim.

INÍCIO

Coana
Auditores-Chefes negam mudanças na parametrização

As suspeitas levantadas por algumas DSs (Delegacias Sindicais) de que estariam acontecendo mudanças na seleção parametrizada, para enfraquecer a greve, foi veementemente rebatida pela coordenadora de fiscalização aduaneira, Hérica Gomes Vieira, e pelo chefe da Divisão de Exame de Risco, Paulo Roberto Ximenes Pedrosa.

Os dois Auditores-Chefes negaram qualquer alteração e se surpreenderam com as denúncias. “Quando vi a primeira informação de que no segundo dia de greve houve 100% de canal verde no Porto de Santos, me surpreendi e fui imediatamente conferir no sistema. Havia até mais DIs (Declarações de Importação) no canal vermelho que na semana anterior. Mesmo assim liguei para Santos para conferir se haveria a possibilidade de ter ocorrido alguma falha no sistema. Mas não, as informações estavam corretas”, explicou a coordenadora.

“A Coana [Coordenação Geral de Administração Aduaneira], a Cofia [Coordenação de Fiscalização Aduaneira] e a Dirad [Divisão de Gerenciamento de Risco Aduaneiro] repudiam este tipo de informação não documentada. Não existe por parte da Coana qualquer deliberação para mudar a parametrização”, disparou Pedrosa.

Critérios – De acordo com ele, não há como se estabelecer percentuais fixos na parametrização, já que esse tipo de seleção segue os princípios da aleatoriedade, condições fixas (a exemplo do uísque que sempre será fiscalizado devido à obrigatoriedade do selo de controle) e dinâmicas (fruto de denúncias e investigações).

Os Auditores-Chefes também lembraram que a greve é de interesse de toda a Classe e que na Coana todos os Auditores aderiram ao movimento, exceto os ocupantes de cargos em comissão, que estão garantindo a manutenção dos 30% de atendimento essencial.

A DEN (Diretoria Executiva Nacional) esclarece que confia no trabalho dos Auditores-Chefes e que apenas reproduziu matérias encaminhadas pelas DSs (Delegacias Sindicais).

INÍCIO

Enaf
Classe não deve participar do esforço fiscalizatório

A DEN (Diretoria Executiva Nacional) alerta os Auditores-Fiscais sobre a não participação da Classe na Enaf (Estratégia Nacional de Fiscalização) em função da greve iniciada no dia 18 de março.

A medida faz parte das estratégias de mobilização e foi aprovada em Assembléia Nacional, com o objetivo de dar ainda mais força à paralisação que já vem repercutindo nos diversos setores de atuação dos Auditores.

A Enaf consiste no direcionamento de esforços da fiscalização de maneira integrada e simultânea, com a participação de todas as unidades da RFB (Receita Federal do Brasil), e é composta por diversos programas de fiscalização. Somente no primeiro programa, voltado às pessoas físicas, a estimativa é de que o crédito a ser constituído ultrapasse R$ 1 bilhão.

INÍCIO

Direito de Greve
Antecipação de tutela também protege quem está em estágio probatório

Os Auditores-Fiscais que ainda estão em estágio probatório podem aderir à greve sem receios. A DEN (Direção Executiva Nacional) reforça que a antecipação de tutela proferida pelo juiz federal substituto Jurandi Borges Pinheiro, da 4ª Vara Federal de Porto Alegre (RS), garante o direito de greve a todos os Auditores-Fiscais, sejam eles sindicalizados ou não, incluindo os que estão em estágio probatório.

No teor da decisão, o magistrado detalha todos os pedidos feitos pelo Unafisco na Ação que visa a impedir a União de:

- Anotar as faltas no ponto dos grevistas;

- Proceder desconto salarial relativo aos dias não trabalhados;

- Reduzir a avaliação de desempenho para o cumprimento das metas de arrecadação;

- Prejudicar as avaliações dos Auditores-Fiscais que se encontram em estágio probatório;

- Suprimir o pagamento de adicionais noturnos e de periculosidade;

- Instaurar processo administrativo disciplinar em virtude da adesão à greve e

- Alterar unilateralmente os períodos de férias dos grevistas.

INÍCIO

Apoio
DEN leva reivindicações a líder do PMDB na Câmara

O vice-presidente do Unafisco, Ildebrando Zoldan, e o diretor-adjunto de Assuntos Parlamentares, João Santos, acompanhados dos Auditores-Fiscais Maria Lúcia Cavalcante e Marcus Dantas, foram recebidos na tarde de ontem (2/4) pelo líder do bloco PMDB, PSC e PTC na Câmara, deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).

Durante o encontro, os representantes do Unafisco apresentaram as principais reivindicações da Classe e entregaram ao deputado um documento elaborado para ser distribuído aos parlamentares. O líder se comprometeu a falar com o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, para solicitar a continuidade das negociações e o atendimento das reivindicações dos Auditores-Fiscais.

INÍCIO

Câmara
Deputado faz pronunciamento em defesa de um desfecho das negociações

O deputado federal Carlos Souza (PP/AM), contatado pelo diretor-adjunto de Assuntos Parlamentares do Unafisco, João Santos, fez pronunciamento ontem (2/4) no Plenário da Câmara defendendo o andamento das negociações entre os Auditores-Fiscais e o Governo Federal.

O parlamentar também encaminhou à Mesa da Câmara requerimentos para envio de sugestões de reabertura das negociações aos ministros da Fazenda e do Planejamento, Guido Mantega e Paulo Bernardo.

No pronunciamento, o deputado destacou os prejuízos causados pela greve, principalmente, na Zona Franca de Manaus. “Será que vamos ter que perder mais R$ 40 milhões de dólares para que se chegue a um consenso?”, perguntou. Carlos Souza fez um apelo ao ministro Guido Mantega para o atendimento das reivindicações dos Auditores.

INÍCIO

Entrega de Cargos
Mais 21 Auditores-Chefes abrem mão de funções em Varginha

Auditores-Fiscais que desempenham funções gratificadas (chefias e chefias-substitutas) na cidade de Varginha (MG) colocaram os cargos à disposição ontem (2/4). Ao todos, foram 21 na localidade a abrir mão das funções gratificadas que ocupavam e a aderir à greve.

Em quinze dias de movimento, foi o oitavo grupo de Auditores-Chefes a entregar os cargos à Administração. Antes deles, colegas de Itabuna (BA), Joaçaba (SC), Lages (SC), Marabá (PA), Palmas (TO), Camaçari (BA) e Campo Grande (MS) decidiram, espontaneamente, tomar a mesma decisão.

Os Auditores-Chefes de Varginha apontaram “extremo descontentamento” com a atual situação. De acordo com o documento entregue ao delegado da DRF (Delegacia da Receita Federal do Brasil), Igor Direne Neves, a notícia do não “atendimento dos justos pleitos da categoria” foi um dos motivos que justificaram a decisão dos Auditores.

Ainda de acordo com a carta entregue ao delegado, outras razões motivaram a entrega dos cargos, a saber:

- “Tratamento discriminatório dado à categoria em comparação às demais carreiras de estado”;

- “Falta de uma proposta remuneratório condizente com a importância do cargo”;

- “Implantação de regras e critérios draconianos de progressão e promoção funcional”;

- “Dificuldade de gerência das seções/agências, devido ao grau de insatisfação e indignação dos servidores”; e

- “Falta de uma proposta para a redução do fosso salarial”.

A carta enviada ao delegado da Receita Federal do Brasil de Varginha pelos Auditores-Chefes que aderiram ao movimento pode ser conferida anexa a este Boletim.

INÍCIO

Justas
Delegada de Salvador considera justas reivindicações dos Auditores

Ontem (2/4), mais de 80 Auditores-Fiscais de Salvador concentraram-se no auditório do Ministério da Fazenda, no Comércio, demonstrando que estão unidos e fortemente mobilizados. Na ocasião, foi feita uma avaliação do movimento. O sentimento predominante entre as bases é de indignação com o resultado das negociações. Com relação ao Sidec, os Auditores reiteraram a posição de que a proposta é inaceitável. Também foi firmada posição sobre a devolução dos trabalhos.

Logo após a concentração, eles se reuniram com a delegada da RFB (Receita Federal do Brasil) de Salvador, Márcia Fonseca, e solicitaram seu apoio ao movimento grevista (Mais informações anexas a este Boletim). Márcia Fonseca se comprometeu em manter o diálogo constante com o sindicato durante a greve, de modo a evitar a adoção de eventuais medidas prejudicais ao movimento. “A intenção é conversar com o sindicato sempre que necessário, para resolver possíveis problemas que venham surgir”.

Ela espera que se chegue a um consenso o mais rapidamente possível. Em seguida, foi visitado o Chefe da Escor (Escritório de Corregedoria) da 5ª RFB (Região Fiscal), Roberto Alvarenga, que demonstrou a mesma compreensão da delegada de que as reivindicações dos Auditores são justas.

INÍCIO

Ato
Auditores da RFB e do Trabalho fazem concentração conjunta em Feira de Santana

Hoje, os Auditores-Fiscais da RFB (Receita Federal do Brasil) e do Trabalho de Feira de Santana (BA) se reúnem em frente à DRF (Delegacia da Receita Federal do Brasil) daquele município para uma concentração conjunta, após decisão do CLM (Comando Local de Mobilização). Na ocasião, será feita a entrega dos trabalhos e realizada uma discussão sobre os 17 dias do movimento paredista e sobre a data prevista para a colocação dos cargos à disposição da RFB.

Em Feira de Santana, foi feita uma escala para o cumprimento dos 30%, onde os Auditores estão trabalhando em sistema de rodízio.

Mais informações estão em nota anexa ao Boletim.

INÍCIO

Rio de Janeiro
Comando de Greve e DS reúnem-se com Fiscalização

Na última segunda-feira (31/3), a diretoria da DS (Delegacia Sindical) Rio de Janeiro e o Comando de Mobilização Local reuniram-se com os chefes das Equipes das Difis (Divisões de Fiscalização) I, II e III e com os supervisores da Defis (Delegacia da Receita Federal do Brasil de Fiscalização) Rio de Janeiro, para discutir formas de dar mais visibilidade à greve nessas unidades.

A reunião se iniciou com o questionamento dos números da Cofis (Coordenação-Geral de Fiscalização) sobre o nível de adesão à greve pelos Auditores-Fiscais do Rio de Janeiro, que segundo os presentes não refletem a realidade. Decidiu-se, então, buscar um modo de fazer com que as informações sejam mais precisas, ficando a cargo dos supervisores o repasse diário dos dados às chefias de Divisão.

Em relação ao Enaf (Estratégia Nacional de Fiscalização) e ao cumprimento do seu cronograma, há o compromisso dos fiscais em greve de não emitir o termo de início. Chegou-se a um consenso que os termos também não deverão ser lavrados pelos supervisores.

Os participantes da reunião mostraram ainda grande indignação em relação ao tratamento dispensado pelo Governo aos Auditores-Fiscais. A indignação já se reflete na crescente adesão à greve, cuja visibilidade se fará ainda mais forte este mês.

Seguem anexas ao Boletim notas enviadas pela DS com mais detalhes sobre a reunião.

FOTO LEGENDA

Unidades de carga lotam o espaço físico da alfândega do Porto do Rio de Janeiro. Apenas 30% do efetivo continua trabalhando na liberação de produtos perecíveis, animais vivos, inflamáveis e medicamentos. O movimento grevista segue forte no estado.

INÍCIO

 

São Paulo
Superintendentes-adjuntos da 8ª RF recebem carta aberta de entidades

Aproximadamente duzentos Auditores-Fiscais de várias regiões do estado São Paulo realizaram ontem (2/4) ato público em frente ao prédio do Ministério da Fazenda para demonstrar a insatisfação com a proposta parcial apresentada pelo Governo no último dia 28 de março.

Na oportunidade, uma comissão formada por representantes de entidades presentes entregou uma Carta Aberta aos superintendentes-adjuntos da 8ª Região Fiscal da Receita Federal do Brasil, Paulo Jakson e Diva Alves Kodama. No documento, os Auditores-Fiscais protestam contra a proposta, que classificam como “inaceitável”.

O evento foi organizado pelas seguintes entidades: DS/São Paulo; Unafisco Associação; Sinpait (Sindicato Paulista dos Auditores Fiscais do Trabalho); Apafisp (Associação Paulista dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil) e pelo Sindifisp-SP (Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil no Estado de São Paulo).

Leia íntegra da nota enviada pela DS (Delegacia Sindical) São Paulo e a Carta Aberta entregue aos superintendentes-adjuntos em anexos deste Boletim.

INÍCIO

Devolução dos Trabalhos
Reunião dos Comandos Locais da Inspetoria e Defis de SP

Os Comandos de Mobilização Locais da Defis (Delegacias da Receita Federal do Brasil de Fiscalização) e da Inspetoria de São Paulo se reunem hoje nas respectivas unidades para discutir as estratégias do “Dia Nacional para a Devolução dos Trabalhos sob carga dos Auditores-Fiscais”, conforme definido na Assembléia Nacional do dia 27 de março.

A idéia é que os Auditores-Fiscais devolvam às chefias – de maneira formal e por meio de modelo padrão disponibilizado pela DEN (Diretoria Executiva Nacional) – os trabalhos que estão sob sua responsabilidade.

Horários – A reunião ocorrerá no auditório do térreo do prédio da Defis, às 14h30 (Av. Pacaembu, 715), e no auditório do 4º andar da Inspetoria, às 10h30 (Av. Celso Garcia, 3.580).

INÍCIO

Manifestação
Auditores mantêm mobilização em Goiás

A paralisação dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil em Goiás foi acompanhada de vacinação. Enquanto os manifestantes se concentravam em frente à DRF (Delegacia da Receita Federal do Brasil) Goiânia, em conjunto com os Auditores-Fiscais do Trabalho, no prédio ao lado – sede da DS/Goiás – eram disponibilizadas vacinas para Auditores-Fiscais. Os 140 colegas que participaram do evento receberam doses contra tétano, difteria, febre amarela, sarampo, rubéola e caxumba.

A realização do evento, segundo informações repassadas pela DS, só foi possível graças ao trabalho da diretora de Aposentados e Pensionistas, Nélia Cruvinel Resende, que também é gerente regional da Assefaz ( Associação de Servidores da Fazenda). Foi ela quem convidou alguns profissionais da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia para realizar a atividade de imunização.

INÍCIO

Reunião
Auditores do Pará debatem situação das liminares no Porto

Ontem (2/4), Auditores-Fiscais de Belém (PA) se concentraram em frente ao edifício-sede do Ministério da Fazenda para debater as condições das liminares no Porto e a leitura do relatório produzido pelos representantes da DS (Delegacia Sindical) Pará na reunião do CDS (Conselho de Delegados Sindicais), que terminou ontem em Brasília.

Em seguida, o Comando de Greve se reuniu com o Auditor-Fiscal Antônio Vicente, Chefe do Sefis (Serviço de Fiscalização). Na ocasião, foi discutida a devolução dos trabalhos que começa hoje, seguindo calendário nacional de greve.

No encontro, os representantes sindicais também explanaram a necessidade da aplicação dessa medida em relação ao Enaf (Estratégia Nacional de Fiscalização) para fortalecer nacionalmente a greve, em função da austeridade do Governo.

Hoje, eles voltam a se reunir em frente ao Ministério da Fazenda. Confira íntegra da nota enviada pela DS nos anexos deste Boletim.

INÍCIO

Comunicado
Número de adesões à greve tende a crescer em Guarulhos

Os Auditores-Fiscais filiados à DS (Delegacia Sindical) Guarulhos entregaram na última sexta-feira (28/3) documento comunicando a adesão da Classe ao movimento grevista, ao Delegado da DRF (Delegacia da Receita Federal do Brasil) em Guarulhos, José Maria Pimentel e a seu substituto Frederico Capella.

Até a entrega do documento, que se encontra anexo a este Boletim,   14 Auditores estavam em greve. Mas foi levado ao conhecimento do delegado que havia grande possibilidade desse número vir a crescer durante as próximas semanas.   Ao final, foi solicitado ao delegado da DRF/Guarulhos que encaminhasse o documento a seus superiores hierárquicos.

INÍCIO

Consulta
Auditores-Chefes em Manaus mostram-se dispostos a entregar funções

Ontem (2/4) pela manhã, o presidente Paulo Sérgio Sousa e o diretor de Defesa Profissional da DS (Delegacia Sindical) Manaus, Wilson Yutaka, acompanhados de integrantes do CLM (Comando Local de Mobilização), reuniram-se para fazer uma análise da greve.

Durante a reunião, foram relatados os informes e a conjuntura atual e discutidas as estratégias adotadas durante o movimento. À tarde, o grupo promoveu visitas aos colegas ocupantes de funções em comissão na Alfândega no Porto e na DRF (Delegacia da Receita Federal do Brasil). Nos encontros, foi consultada a disposição dos Auditores em colocarem seus cargos à disposição.

Os Auditores-Chefes, quase por unanimidade, demonstraram apoio à idéia, caso o Governo não apresente uma proposta condizente com os pleitos da Classe, por entenderem justas as reivindicações.

Confira no anexo enviado pela DS mais detalhes sobre a mobilização em Manaus, que inclui a programação para os próximos dias.

INÍCIO

Greve
Reuniões dobram percentual de adesão em Curitiba

O Comando Local de Mobilização de Curitiba informa que realizou durante a semana passada diversas reuniões em várias unidades da região. Os encontros conseguiram elevar o percentual de adesão à greve, de 20% do efetivo no dia 20 de março, para 40% dos Auditores-Fiscais, o equivalente a 160 servidores.

Há expectativa de maior adesão com a suspensão de reuniões de julgamento em todas as turmas da Delegacia da Receita Federal do Brasil de Julgamento.

Confira toda a nota enviada pelo Comando Local de Mobilização em anexo deste Boletim.

INÍCIO

Programação
DS/Brasília realiza evento no Ministério da Fazenda

Hoje, a partir das 8h30, no edifício-sede do Ministério da Fazenda, em Brasília, será realizado evento promovido pela DS (Delegacia Sindical) Brasília e pelo Sindifiscal (Sindicato dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil no Distrito Federal).

A gerente do Departamento de Assuntos Jurídicos do Unafisco, Priscilla Baccile, será uma das participantes do debate “Considerações sobre aspectos jurídicos da greve”. Confira no anexo mais informações da programação do evento de hoje e detalhes sobre o calendário de atividades da próxima semana.

INÍCIO

Limeira
DRF convoca reunião pra discutir proposta do Governo

Na terça-feira (1º/4), os Auditores-Fiscais de Limeira (SP) participaram de uma reunião convocada pelo delegado da DRF (Delegacia da Receita Federal), Francisco Serrano, para discutir a proposta encaminhada pelo Governo na última sexta-feira (28/3).

Os Auditores de Limeira reafirmaram a rejeição à proposta e demonstraram indignação durante as discussões.

O resumo da reunião está anexo.

INÍCIO

Londrina
Auditores debatem entrega de trabalhos

Na tarde da última segunda-feira (31/3), os Auditores-Fiscais de Londrina (PR) se reuniram para apreciação do movimento e informes do representante do CNM (Comando Nacional de Mobilização) e diretor da Fenafisp (Federação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil), José Devanir de Oliveira, sobre o movimento.

Durante a reunião, o representante local Adalberto Floro e o do CNM repassaram as orientações sobre a assinatura do ponto e entrega dos trabalhos no dia 3 de abril. Na ocasião, José Devanir fez publicamente a entrega de sua carca de trabalho aos supervisores da Equipe de Fiscalização, coordenado pelo Auditor-Fiscal Marcelo Ross, da DRF/Londrina.

INÍCIO

Piracicaba
Mobilização continua intensa

A DS (Delegacia Sindical) Piracicaba realizou ontem (2/4) uma reunião de avaliação da greve. A conclusão foi de que o movimento continua forte. A pronta adesão dos Auditores-Fiscais da localidade, em função da insatisfação da Classe, exigiu a definição de uma escala de rodízio para tornar possível a manutenção dos 30% de funcionamento por unidade.

Os Auditores demonstraram indignação com as seguintes “propostas” apresentadas pelo Governo:

- Aumentos diferenciados para outros cargos;

- Níveis salariais incompatíveis com a importância das atribuições do Auditor;

- Não resolução até o momento do fosso salarial; e

- Falta de critérios objetivos para progressão e promoção.

INÍCIO

IRPF
Começa Plantão Fiscal em Novo Hamburgo

A DS (Delegacia Sindical) Novo Hamburgo (RS) iniciou o Plantão Fiscal Alternativo do IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física) 2008, das 13h30 às 17h, em frente ao prédio da DRF (Delegacia da Receita Federal do Brasil). Os Auditores-Fiscais participantes do movimento grevista estão se revezando para prestar informações e esclarecer dúvidas dos contribuintes.

INÍCIO

Solidariedade
Presidente da Afrerj externa apoio aos Auditores-Fiscais

O presidente do Unafisco Sindical, Pedro Delarue, recebeu comunicado da Afrerj (Associação dos Fiscais de Rendas do Estado do Rio de Janeiro) manifestando solidariedade ao movimento reivindicatório da Classe. O presidente da Afrerj, Octacílio de Albuquerque Netto, ainda faz considerações acerca da união entre os fiscos dos entes federados. Confira todas as informações no anexo.

INÍCIO

Curtas

Caruaru (PE) – DS (Delegacia Sindical) informa que a paralisação está em 64%.

Vitória da Conquista – Na DRF/Vitória da Conquista (BA), está sendo realizada escala para cumprimento dos 30% de Auditores-Fiscais que devem permanecer em atividade.

Lages – O Comando Local de Mobilização de Lages informa que os Auditores-Fiscais catarinenses da localidade aumentaram a mobilização, cumprindo apenas os 30% de atendimento dos serviços essenciais.

INÍCIO

Jurídico
Unafisco disponibiliza recurso administrativo para manutenção dos 3,17%

O Unafisco Sindical está disponibilizando um recurso administrativo para os Auditores-Fiscais que forem notificados, por meio de ofício, pelas Gerências Regionais de Administração sobre a suspensão do reajuste de 3,17% de seus proventos, em cumprimento à determinação do Tribunal de Contas da União. Os Auditores-Fiscais notificados devem interpor o recurso até dez dias após a data da notificação, a fim de que seja revista a decisão da Gerência Regional de Administração respectiva. Leia Mais

INÍCIO

Pesar
Nota de falecimento

A DS (Delegacia Sindical) Brasília comunica com tristeza o falecimento do seu filiado aposentado, o Auditor-Fiscal Rubens Renato de Chateaubriand, ocorrido ontem (2/4). O velório será hoje, das 7h às 11h, na Capela 6 do Cemitério Campo da Esperança, onde também será o sepultamento.

INÍCIO

 

DIRETORIA EXECUTIVA NACIONAL

Deliberação
CDS encerra discussões em Brasília
Convocatória
Auditores se reúnem em Assembléia segunda-feira

Ato Público
CNM convoca Auditores para manifestação em Brasília

Coana
Auditores-Chefes negam mudanças na parametrização

Enaf
Classe não deve participar do esforço fiscalizatório
Direito de Greve
Antecipação de tutela também protege quem está em estágio probatório
Apoio
DEN leva reivindicações a líder do PMDB na Câmara

Câmara
Deputado faz pronunciamento em defesa de um desfecho das negociações

Entrega de Cargos
Mais 21 Auditores-Chefes abrem mão de funções em Varginha
Justas
Delegada de Salvador considera justas reivindicações dos Auditores
Ato
Auditores da RFB e do Trabalho fazem concentração conjunta em Feira de Santana

Rio de Janeiro
Comando de Greve e DS reúnem-se com Fiscalização

FOTO LEGENDA
São Paulo
Superintendentes-adjuntos da 8ª RF recebem carta aberta de entidades
Devolução dos Trabalhos
Reunião dos Comandos Locais da Inspetoria e Defis de SP
Manifestação
Auditores mantêm mobilização em Goiás
Reunião
Auditores do Pará debatem situação das liminares no Porto
Comunicado
Número de adesões à greve tende a crescer em Guarulhos

Consulta
Auditores-Chefes em Manaus mostram-se dispostos a entregar funções

Greve
Reuniões dobram percentual de adesão em Curitiba
Programação
DS/Brasília realiza evento no Ministério da Fazenda
Limeira
DRF convoca reunião pra discutir proposta do Governo

Londrina
Auditores debatem entrega de trabalhos

Piracicaba
Mobilização continua intensa
IRPF
Começa Plantão Fiscal em Novo Hamburgo
Solidariedade
Presidente da Afrerj externa apoio aos Auditores-Fiscais
Curtas
Jurídico
Unafisco disponibiliza recurso administrativo para manutenção dos 3,17%
Pesar
Nota de falecimento
   
   

Boletim em
formato word