-->


Home
Brasília, 14 de setembro de 2005

ANO IX

Nº 1964

   

Categoria adere em peso à paralisação em todo o país

Em várias unidades da Receita Federal no país, os AFRFs aderiram em massa à paralisação de 48 horas aprovada na Assembléia Nacional do dia 8 de setembro. A categoria continua mobilizada e denunciando as ameaças às atribuições e prerrogativas dos AFRFs e a ascensão funcional sem a realização de concurso público, riscos embutidos na MP 258, da fusão dos Fiscos, e nas centenas de emendas à matéria.

No Espírito Santo, todos os auditores estão parados desde ontem, com exceção das chefias. Na DRF, foram suspensos os serviços de fiscalização e o atendimento ao contribuinte no plantão fiscal; na alfândega do Porto de Vitória, na Estação Aduaneira de Interior (Eadi) e no aeroporto de Vitória, foi realizada operação-padrão, com liberação apenas de mercadorias perecíveis, medicamentos e animais vivos.

Em Santa Maria (RS), na DRF, 95% dos colegas estão parados e prometem continuar o trabalho, iniciado na semana passada, de esclarecimento da sociedade sobre os motivos da mobilização e de alerta aos administradores. Na semana passada, os colegas entregaram ao delegado da Receita local um resumo do documento "Desmistificando as pretensões dos TRFs", elaborado pelo Unafisco; na ocasião, solicitaram o envio do texto ao superintendente da 10ª Região Fiscal. Estão parados ainda 100% dos colegas de Sete Lagoas (MG) e Contagem (MG). A adesão é de mais de 70% dos auditores nas unidades da Receita em São Paulo, Campinas (SP) e Belo Horizonte.

Hoje a paralisação dos AFRFs continua por mais 24 horas.

Em Santa Maria (RS), faixa esclarece motivo de mobilização dos AFRFs

INÍCIO

TRFs tentam intimidar mobilização na alfândega do Galeão

Os AFRFs da alfândega do Aeroporto do Galeão, que aderem em 100% à paralisação de 48 horas desta semana, continuam sendo alvo de ataques de líderes sindicais dos TRFs, sobretudo no setor de exportação. Ontem, a diretoria da DS/Rio esteve no local e presenciou a tentativa de intimidação, por parte dos técnicos, do movimento dos auditores.

Na semana passada, um dos dirigentes dos técnicos expôs não apenas a categoria dos AFRFs, mas a Secretaria da Receita Federal, ao acionar imprudentemente a Polícia Federal contra os auditores em seu legítimo direito de greve. O ato insano não respeitou nem a hierarquia da Administração da SRF, passando por cima de todos.

O Unafisco classifica a atitude desrespeitosa como anti-sindical e antidemocrática e entende que o fato se restringe à figura de um dirigente que não está a altura da categoria que representa.

Portos - Os AFRFs lotados na alfândega do Porto de Sepetiba continuam firmes no movimento. O engajamento é total, acompanhando a adesão da semana passada. Na Eadi de São Cristóvão, os colegas também aderiram à paralisação. Os AFRFs do Porto do Rio de Janeiro realizaram operação-padrão, conforme deliberado pela categoria.

AFRFs e AFRP em encontro na DS/Joinville

INÍCIO

AFRFs e AFRPs debatem MP 258 em Joinville

A DS/Joinville promoveu na última sexta-feira, dia 9, encontro de AFRFs da localidade com auditores-fiscais da Receita Previdenciária para que os colegas se conhecessem. Na reunião, AFRFs e AFRPs debateram os assuntos vinculados à MP 258, e a DS/Joinville apresentou estudo, elaborado pelo Unafisco, que desmistifica as pretensões dos TRFs.

As duas categorias elaboraram ainda manifesto conjunto em defesa do concurso público e das atribuições do cargo, entre outros princípios. A íntegra do manifesto está anexa a este Boletim. Durante o encontro, a DS serviu café da manhã aos participantes.

INÍCIO

Atribuições da categoria são defendidas em manifesto para a superintendência da Receita em Minas Gerais

Os auditores-fiscais da DS/Uberlândia reafirmaram ontem, à superintendente da Receita Federal em Minas Gerais, Leda Domingos Alves, em reunião com os servidores da DRF local, a defesa das atribuições da categoria que vem sendo empreendida pelo Unafisco Sindical. Os colegas também destacaram a importância do concurso público como única forma de acesso ao cargo de AFRF.

Os auditores-fiscais da Previdência presentes ao encontro, representados pela Fenafisp e pelo Sindifisp, destacaram a importância do respeito à Constituição Federal na implementação da fusão dos Fiscos. No final da reunião, os AFRFs da DS/Uberlândia entregaram manifesto subscrito por 35 colegas.

Os representantes do Unafisco elogiaram, em nome da categoria, a edição da nota divulgada pela administração da SRF posicionando-se contra o trem da alegria. A superintendente salientou que serão respeitados os princípios constitucionais para provimento de cargos, bem como as atribuições dos AFRFs.

Participaram da reunião todos os servidores da Secretaria da Receita Federal e da Secretaria da Receita Previdenciária lotados em Uberlândia, Uberaba e região.

Na segunda-feira, dia 12, foi entregue ao delegado da Receita Federal em Uberlândia, Marco Antônio Melo Breves, manifesto com o mesmo teor do entregue à superintendente.

Repercussão – A emissora de televisão do SBT em Uberlândia reproduziu, ontem, entrevista com delegado sindical local, em que é reafirmada a defesa intransigente do concurso público como única forma de provimento de cargo de auditor fiscal da RF, bem como salientada a diferenciação de atribuições dos auditores fiscais, em relação às outras categorias do serviço público.

Grupo de AFRFs e AFRPs com a superintendentel, Leda Domingos Alves, e os superintendentes-adjuntos, Marcio Lacerda Martins e Maria Madalena Vieira.

INÍCIO

Paralisação
Pleitos dos AFRFs são destacados pela mídia regional

A paralisação de 48 horas dos AFRFs iniciada ontem, em todo o Brasil, tem recebido destaque na imprensa regional com notas e matérias que abordam as razões do movimento da categoria. A preocupação com a manutenção de nossas prerrogativas e atribuições e a possibilidade de que sejam promovidos trens da alegria, com ascensão funcional, em vez de concurso público para o ingresso no cargo de AFRF, estão entre as denúncias publicadas nos jornais. A mídia eletrônica (TV, rádio e internet) também tem repercutido o movimento. Em anexo, dois clippings com a repercussão da paralisação.

INÍCIO

CDS debate fusão dos Fiscos e diretrizes de luta da categoria

A reunião do Conselho de Delegados Sindicais prossegue hoje com os informes da Diretoria Jurídica e com a discussão sobre a fusão dos Fiscos promovida pela MP 258 e o debate de propostas de ação pela categoria. Ontem os delegados sindicais e observadores do CDS receberam os informes da Direção Nacional e apresentaram os seus informes sobre as discussões entre os colegas em torno da MP 258 e sobre a mobilização nas localidades. Em seguida, fizeram uma análise da conjuntura em torno da MP, levando em conta os diferentes interesses envolvidos, a correlação de forças entre os interessados e os possíveis cenários de votação da MP 258 no atual momento de crise política que atinge tanto o governo federal quanto o Congresso Nacional. Os delegados sindicais enfatizaram a importância da unidade da categoria no momento em que atravessamos.

O CDS está reunido em Brasília até amanhã, dia 15. Nos boletins seguintes, resumiremos os debates travados no CDS e as propostas apresentadas.

INÍCIO

Unafisco discute auditoria-fiscal em seminário em Cuiabá

O Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal (Unafisco) será uma entidades participantes do painel “A auditoria-fiscal e seu impacto social e tributário”, que será realizado na tarde desta quinta-feira, dia 15, no XXIII Encontro Nacional dos Auditores-fiscais do Trabalho (Enafit), em Cuiabá (MT). O evento começou no último dia 11 e se encerrará amanhã, dia 16 de setembro.

DIRETORIA EXECUTIVA NACIONAL

INÍCIO

- Clipping paralisação

- Manifesto Conjunto Unafisco - Acafip & Sindifisp - SC

Repercusão da Paralisação II

 

TRFs tentam intimidar mobilização na alfândega do Galeão
AFRFs e AFRPs debatem MP 258 em Joinville

Atribuições da categoria são defendidas em manifesto para a superintendência da Receita em Minas Gerais

Pleitos dos AFRFs são destacados pela mídia regional
CDS debate fusão dos Fiscos e diretrizes de luta da categoria
Unafisco discute auditoria-fiscal em seminário em Cuiabá
 
 

Boletim em
formato word