-->


Home
Brasília, 10 de junho de 2005

ANO IX

Nº 1899

   

PEC Paralela
Tourinho apresentará relatório na próxima semana

O relator da PEC Paralela (77-A) no Senado, Rodolpho Tourinho (PFL-BA), confirmou ao diretor-adjunto de Assuntos Parlamentares do Unafisco, Agnaldo Néri, que vai apresentar semana que vem o seu parecer sobre a PEC. Após a entrega do relatório, o senador Paulo Paim (PT-RS) garantiu que vai apresentar requerimento para que a PEC tramite em regime de urgência. A entrega do relatório, assim como a apresentação do requerimento, é fruto de um acerto dos líderes partidários, segundo informou a assessoria de Paulo Paim.

“Solicitaremos o caráter de urgência, pois é o que a medida é: urgente. Precisamos aprovar a PEC Paralela antes de julho. O acordo precisa ser cumprido”, afirmou o senador gaúcho. Paulo Paim se referiu a acerto feito entre o Executivo e o Legislativo para que a PEC Paralela fosse votada. “A matéria foi votada por unanimidade aqui no Senado e deveria ter sido votada pela Câmara para ir à sanção presidencial. A PEC sofreu alterações na Câmara e isso acabou atrasando sua votação. Mesmo com essas alterações propostas eu venho exigindo que os senadores aprovem a matéria ainda neste semestre, antes do recesso de julho, e tenho grande esperança que isso aconteça. Até porque acordo é acordo, palavra é palavra”, afirmou o senador.

Além de garantir que pedirá a urgência de votação, o senador Paulo Paim (PT-RS) apresentou ontem um requerimento solicitando que a PEC Paralela seja votada extra-pauta na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal. Caso o requerimento seja aprovado, a proposta será votada diretamente pelo Plenário do Senado.

INÍCIO

Cnesf conclama servidores para greve

A Coordenação Nacional de Entidades de Servidores Federais, em reunião realizada na tarde de ontem, na sede do Andes, decidiu convocar as demais categorias de servidores que não estão em greve para entrar no movimento em conjunto com a Condsef e a Fasubra. A decisão surgiu com uma analise da conjuntura de crise do governo, que abre um espaço favorável para as exigências salariais dos servidores, já que, enquanto o governo nos oferece 0,1%, é denunciado por suposto pagamento de “mensalão” de 30 mil. “Não é tarefa somente destas duas categorias lutar pelos 18% de recomposição salarial, incorporação das gratificações, paridade entre aposentados e ativos e data-base para os servidores públicos federais. Cada um tem de fazer um pouco de esforço para que todos possamos conquistar estas reivindicações”, afirmou Paulo Rizzo, vice-presidente do Andes.

A Cnesf orienta que sejam convocadas urgentemente assembléias em cada categoria para discutir a possibilidade de entrada em greve ou de mobilizações alternativas que ajudem na conquista deste objetivo comum.

A coordenação reunida também deliberou pela construção do Comando Nacional de Mobilização, cuja primeira reunião acontecerá hoje às 13h, na sede do Andes. Também foi marcada uma marcha à Brasília no próximo dia 22.

Também foi marcada nova plenária dos servidores federais para o próximo dia 23 de junho. Nessa plenária será debatido o retorno das discussões nas assembléias das categorias com o objetivo de definir a data da deflagração da greve conjunta nacional. A Condsef estará acampada em Brasília nos dias 22 e 23. O diretor de Relações Intersindicais, Iranilson Brasil, chama à reflexão cada delegado sindical e os AFRFs para vermos o que podemos fazer para ajudar nessa mobilização conjunta. “Nossa intervenção nessa conjuntura pode ser decisiva para a abertura das negociações específicas da nossa categoria”, afirma Iranilson.

INÍCIO

Voto por correspondência deve ser postado de 13 a 17 de junho

São considerados nulos os votos por correspondência postados fora do período estabelecido pela Comissão Eleitoral Nacional, que é de 13 a 17 de junho. Quem postou o voto antes do dia 13, para fazer valer a sua escolha, deverá comparecer a uma mesa eleitoral de sua Delegacia Sindical ou Representação Sindical nos dias 16 ou 17 de junho e votar na urna. Do contrário, o voto por correspondência será invalidado.

As cédulas para voto em urna ou por correspondência já foram enviadas às residências dos associados e também às Delegacias Sindicais e Representações. Como já informado anteriormente, o envelope do voto por correspondência foi identificado com a logomarca “Eleições 2005”. Ele contém uma carta de instruções (com informações sobre o processo eleitoral); uma cédula para voto por correspondência de cor azul; o envelope “A” para colocar somente a cédula; uma papeleta de identificação do associado; e um envelope de retorno já selado para o caso de voto por correspondência.

Além dessas duas possibilidades, o auditor ativo ou aposentado, caso esteja fora da jurisdição de sua DS nos dias 16 e 17 de junho, pode optar pelo voto em trânsito. A cédula específica para esse voto estará disponível em qualquer Mesa Eleitoral do país. Esse voto será enviado à Comissão Eleitoral, que analisará a sua admissibilidade.

INÍCIO

Eleições
Santos, Araraquara e São José dos Campos apresentam nominatas das chapas

As delegacias sindicais de Santos, Araraguara e São José dos Campos encaminharam as nominatas das chapas que concorrerão às eleições 2005 para a diretoria das respectivas DSs. Em Santos, o candidato a presidente na chapa única é o AFRF Rubens Ribas, atual diretor suplente da DEN. Também é diretor do Unafisco o candidato à presidência da DS/Araçatuba, Eden Siroli, que é titular da pasta de Relações Internacionais do Unafisco. Em São José dos Campos, o candidato a presidente é o colega Alessandre Duarte de Figueiredo, candidato da chapa única “Integração”.

As nominatas das chapas podem ser lidas anexas.

INÍCIO

Nota de falecimento

A DS/Pelotas comunica, com pesar, o falecimento do colega aposentado Miguel Carpena, aos 94 anos, no último dia 6 de maio. A DS e seus associados solidarizam-se com a dor dos familiares do colega, que deixará muitas saudades. A DEN também é solidária com o sentimento de perda sentido por todos que conviveram com o colega Carpena.

DIRETORIA EXECUTIVA NACIONAL

INÍCIO

- Chapa DS Santos

- Chapa DS São José dos Campos

- Chapa DS Araraquara

 

Cnesf conclama servidores para greve

Voto por correspondência deve ser postado de 13 a 17 de junho
Eleições
Santos, Araçatuba e São José dos Campos apresentam nominatas das chapas
Nota de falecimento
 

Boletim em
formato word