-->


Home
Brasília, 07 de maio de 2004

ANO IX

Nº 1630

 

 

Protesto demonstra união e coesão da categoria

O Dia de Protesto Nacional dos AFRFs, que reuniu perto de 500 colegas em frente ao prédio do Ministério da Fazenda ao longo do dia 5, teve diversos momentos marcantes. Um deles foi acompanhado pelos colegas quando a presidente do Unafisco, Maria Lucia Fattorelli, convidou os colegas Paulo Gil Introíni e Nelson Pessuto, que já lideraram a categoria, para dividir o carro de som onde discursava.

"Estamos vivendo um momento histórico da categoria neste ato, com a presença de outros colegas que já presidiram o Unafisco. É prova da união da categoria e de que o nosso objetivo central é a construção de um movimento coeso", declarou aos colegas.

Nelson Pessuto parabenizou a atuação da DEN na condução do processo mobilizatório e defendeu a unidade da categoria, "pois só assim será possível reverter a atual situação que a categoria está vivendo".

Ele narrou as agruras da categoria sob diferentes governos e admitiu que não esperava o mesmo tratamento do governo Lula. Pessuto defendeu a participação dos colegas do Órgão Central, aqui de Brasília, nas lutas da categoria e nos atos públicos realizados para demonstrar a unidade de propósitos e a nossa força.

Paulo Gil ressaltou que a expectativa dos AFRFs era a de que o governo Lula seria diferente. No último Conaf, lembrou, decidimos que não queríamos o "everardismo", contudo, em sua avaliação, "a mesma postura da Administração em relação aos servidores do órgão prossegue". Ele lembrou que a categoria sempre lutou contra uma política econômica perversa que tributa o pobre e que é preciso aproveitarmos manifestações como as de quarta-feira para defender, junto à sociedade, um sistema tributário justo, a luta pelo fortalecimento do país e de uma SRF para o Brasil e para os brasileiros.

Categoria continua amplamente mobilizada

A Delegacia da Receita Federal em Paranaguá está totalmente paralisada. Ontem, os colegas compareceram em peso à assembléia para votar os indicativos, prestigiando esse importante fórum deliberativo da categoria.

Em Maringá (PR), os colegas fizeram um manifesto em frente à Delegacia da Receita Federal e aproveitaram para explicar os motivos da greve à população por meio da distribuição de panfletos. A rádio CBN e os jornais O Diário e Jornal de Maringá cobriram o evento.

Em Foz do Iguaçu, a caravana do CNM/DEN participou da assembléia realizada ontem pela manhã. A conversa foi considerada muito produtiva pelo diretor de Comunicação Social do Unafisco, Alcebíades Ferreira, que integrou o grupo. A caravana lembrou que os efeitos da greve não apareceram nos números da SRF de imediato, mas deverão ser constatados brevemente pelo próprio órgão. Os AFRFs também destacaram que a greve está forte em diversos pontos do país.

De acordo com o presidente da DS/Foz, Bruno Nepomuceno, na Eadi de Foz, 100% dos colegas estão realizando operação-padrão.

O movimento prossegue firme em Uruguaiana (RS), onde 90% dos colegas que trabalham na DRF e Eadi estão paralisados.

Em Florianópolis, o movimento também está forte. A adesão dos colegas à mobilização está crescendo a cada semana.

Ontem, a DEN, representada pelo segundo vice-presidente, Marcello Escobar, participou também da Assembléia Nacional realizada pela DS/SP.

Fiscais do Trabalho presentes ao ato na Esplanada

Outras entidades do Fisco Trabalho participaram ativamente da manifestação realizada na quarta-feira passada, em frente ao Ministério da Fazenda. O presidente do Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais do Trabalho (Sinait), Fahid Tahan Sab, e o vice-presidente de Normatização Técnica e Assuntos Legais da mesma entidade, Marcelo Pereira da Silva, fizeram pronunciamentos de apoio à paralisação da categoria.

Fahid chamou atenção para a importância do trabalho desenvolvido pelos servidores públicos e disse que essa categoria, de uma forma geral, estará sempre disposta a trabalhar pela construção do país. O vice-presidente Marcelo Pereira informou sobre a paralisação de advertência que os auditores-fiscais realizaram ontem em todo o país e enfatizou a importância da luta dos servidores públicos, que não devem abrir mão da paridade e de tudo o que foi conquistado até agora.

Os colegas do Trabalho permaneceram na Esplanada durante toda a manifestação e fizeram questão de vestir o colete usado pelos AFRFs, em solidariedade à luta da categoria.

Assembléia de Brasília reúne colegas de todo o Brasil

Cerca de 110 colegas de todo o Brasil, que vieram a Brasília para o Dia de Protesto dos AFRFs e o trabalho parlamentar, participaram da Assembléia Nacional de ontem no auditório do hotel Lake Side. A maioria dos colegas aprovou a continuidade do movimento e a paralisação por tempo indeterminado. Durante a votação, AFRFs de diferentes estados falaram sobre a greve em suas localidades e debateram questões como estratégias para uma possível negociação com o governo federal.

O AFRF aposentado David Henrique Segal, que veio de Porto Alegre (RS) para participar do ato e do trabalho parlamentar, lembrou aos colegas presentes à Assembléia Nacional que é necessário que a mobilização continue forte, mesmo com a sinalização do governo de abrir as negociações. Vários colegas aposentados lembraram a importância da luta pela paridade, já que sua quebra irá afetar, no futuro, os AFRFs hoje na ativa.

Após a assembléia, foram dados informes para o trabalho parlamentar da semana que vem, focado nas negociações com o Ministério da Fazenda e no acompanhamento da PEC Paralela.

Categoria promove ocupação política do Salão Verde da Câmara

Os AFRFs promoveram no início da tarde de ontem uma ocupação política do Salão Verde da Câmara dos Deputados. Cerca de 100 auditores, com coletes verdes, levaram cartazes pedindo a manutenção da paridade, o fim do fosso, aumento real sobre o vencimento básico e não por gratificações, além das demais reivindicações da categoria na campanha salarial 2004.

Os colegas conversaram com os jornalistas que estavam no local e com parlamentares e distribuíram panfleto explicativo sobre o nosso movimento iniciado em 13 de abril.

Os colegas Sávio Loureiro, Benito Rocha e Alexandre Gentil, que ingressaram na carreira nos últimos concursos e vieram de Manaus (AM) para o Dia de Protesto do AFRFs, estavam entusiasmados na defesa da paridade. Na avaliação deles, é importante que a categoria esteja sintonizada na luta, defendendo interesses dos AFRFs ativos e aposentados.

AFRFs abordam deputados da bancada petista

Aproveitando a reunião da bancada do PT, ontem, na Câmara dos Deputados, os colegas que participaram da ocupação política do Salão Verde da Câmara dos Deputados abordaram alguns parlamentares petistas, entre eles o líder do governo na Casa, deputado Professor Luizinho (PT-SP). O diretor de Assuntos Parlamentares do Unafisco, Pedro Delarue, informou ao líder sobre a reunião de ontem com o ministro Palocci. Professor Luizinho disse que já sabia do encontro e confirmou que, dependendo das negociações, a base do governo defenderá os avanços que forem feitos no projeto de lei que irá prever o reajuste.

UNAFISCO NA MÍDIA
Dia Nacional do Protesto foi bastante comentado na mídia

O Dia Nacional de Protesto ocorrido na quarta-feira foi amplamente divulgado por vários jornais impressos, a exemplo de Folha de S. Paulo (SP), O Globo (RJ), O Dia (RJ), Jornal do Commercio (RJ), Tribuna da Imprensa (RJ),O Estado de S. Paulo (SP), Jornal de Brasília (DF), Correio Braziliense (DF), A Gazeta (ES), Estado de Minas (MG), Hoje em Dia (MG), Diário Catarinense (SC), Diário de Pernambuco (PE), Folha de Pernambuco (PE), Zero Hora (RS), A Gazeta do Povo (PR), A Gazeta de Cuiabá (MT) e Amazonas em Tempo (AM). As matérias podem ser conferidas no clipping anexo.

Protesto nos estados também esteve na mídia

O ato público da DS/SP, realizado no dia 5, em frente ao MF, com o "fantasma" do ex-secretário Everardo Maciel chamou também a atenção da mídia, rendendo matérias no jornal O Estado de S. Paulo.

Em Foz do Iguaçu, segundo o jornal Gazeta do Povo, os AFRFs intensificaram a fiscalização na Ponte da Amizade. "Todos os ônibus que vinham do Paraguai para Foz do Iguaçu foram criteriosamente fiscalizados", apontou a matéria, que também está no arquivo do clipping anexo.

Delegacias Sindicais devem participar da reunião telefônica

Ainda é possível fazer inscrição para a reunião telefônica que ocorrerá hoje, às 13 horas. As Delegacias Sindicais que desejarem participar da reunião devem ligar, até as 10 horas, para (61) 218-5255 ou (61) 218-5286 e fornecer o nome (falar com Eliene ou Ana Marinho). A DEN informará aos colegas sobre a reunião ocorrida na quarta-feira com o ministro da Fazenda e discutirá estratégias de mobilização.

MP que regulamenta a reforma previdenciária é aprovada na Câmara

A Câmara dos Deputados concluiu, na noite de quarta-feira, a votação do projeto de conversão da MP 167/04, que regulamenta as mudanças no sistema previdenciário efetuadas por meio da EC 41. O texto principal e dois destaques já haviam sido votados no dia anterior, faltando apenas alguns destaques. O projeto de conversão, de autoria do deputado José Pimentel (PT-PE), deve ser encaminhado ao Senado sob a denominação de PLV 27/04 e com duas novidades: a correção dos salários-de-contribuição pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) - antes eram corrigidos pelo Índice Geral de Preços (IGP) - e a dedução dos valores pagos para entidades de previdência privada na base de cálculo do Imposto de Renda da Pessoa Física.

O Unafisco está analisando o texto aprovado na quarta-feira - o qual publicamos em arquivo anexo - e deve apresentar o resultado dessa análise nos próximos boletins.

Entidades adiam debate sobre serviço público

O Sindicato e representantes de outras entidades de servidores públicos em greve resolveram adiar a realização do Debate em Defesa do Funcionalismo Público, que deveria ocorrer na próxima terça-feira, dia 11 de maio, no auditório Petrônio Portela, no Senado Federal. Os servidores avaliaram a situação e, em função do curto espaço de tempo para a organização do evento, resolveram transferir a atividade para o dia 20, no mesmo local, com início previsto para 9 horas.

Dessa maneira, é possível fazer o convite com antecedência e garantir a participação do maior número possível de parlamentares e de servidores também. A formação do Comando Nacional Unificado de Greve, conforme deliberação da Plenária Nacional dos servidores, e a possibilidade de votação da PEC Paralela nos dias 11 e 12 de abril, respectivamente, poderiam esvaziar o evento e comprometer a sua realização.

Unafisco participa de seminário organizado pela CNBB

O Unafisco participou do Seminário de Abertura da 4ª Semana Social Brasileira, um evento organizado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para discutir o papel do Estado, bem como das forças sociais, diante da exclusão social, que não deixou de fazer parte da realidade brasileira. A conferência de abertura foi proferida pelo professor Dalmo Dalari e coordenada por dom Demétrio e pelo padre Alfredo Gonçalves, tendo a presidente do Sindicato, Maria Lucia Fattorelli, sido convidada para participar como debatedora. Em sua intervenção, abordou a injustiça da concentração de renda propiciada pelo modelo tributário brasileiro e pela política de superávit primário.

O evento tem a duração de quatro dias e contará com a participação da ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, e dos economistas Tânia Barcelar e Marcos Arruda como conferencistas.

 

DIRETORIA EXECUTIVA NACIONAL

 

 

ESPAÇO DAS DSs

 

DS/Pará lança a primeira edição de seu jornal

Num momento extremamente oportuno, a DS/Pará lançou o seu próprio boletim informativo. "Já tínhamos o projeto e o seu lançamento coincidiu com a greve. Trata-se, sem dúvida, de uma importante ferramenta mobilizatória", afirmou Paulino de Carvalho Barros Junior, secretário de Assuntos Jurídicos da DS/Pará.

Conforme destaca o jornal, no dia 5, enquanto em Brasília ocorria o Dia Nacional de Protesto dos AFRFs, Belém fazia também a sua mobilização em frente ao prédio da SRF, com carro de som, café-da-manhã e apresentação musical. O manifesto teve repercussão na imprensa.

Com relação à greve, o informativo apresenta informações ponto a ponto no aeroporto, portos e na delegacia.

DS/Niterói aprova moção de repúdio contra os componentes de Comissão da Coana

Os AFRFs filiados à DS/Niterói aprovaram, na assembléia de ontem, uma moção de repúdio contra o ato dos AFRFs componentes da Comissão de Auditoria de Procedimentos Aduaneiros, que se negaram a receber os colegas da DS/Niterói, trancando-se numa sala da DRF e impedindo, assim, que o Comando Local de Mobilização constatasse que eles trabalharam durante esta semana, apesar da decisão da categoria.
Esse ato demonstra a completa falta de respeito com o nosso Sindicato. Por isso a veemente desaprovação dos colegas de Niterói.

A moção de repúdio segue anexa.

 

DIRETORIA EXECUTIVA NACIONAL

 

INÍCIO

 

Clipping

Moção de repúdio - DS Niterói

Projeto de lei 27-MP167

 

 

Categoria continua amplamente mobilizada

Fiscais do Trabalho presentes ao ato na Esplanada

Assembléia de Brasília reúne colegas de todo o Brasil

Categoria promove ocupação política do Salão Verde da Câmara

AFRFs abordam deputados da bancada petista

UNAFISCO NA MÍDIA
Dia Nacional do Protesto foi bastante comentado na mídia

Protesto nos estados também esteve na mídia

Delegacias Sindicais devem participar da reunião telefônica

MP que regulamenta a reforma previdenciária é aprovada na Câmara

Entidades adiam debate sobre serviço público

Unafisco participa de seminário organizado pela CNBB

ESPAÇO DAS DSs
DS/Pará lança a primeira edição de seu jornal

DS/Niterói aprova moção de repúdio contra os componentes de Comissão da Coana
 
 

Boletim em
formato word