-->


Home
Brasília, 27 de janeiro de 2004

ANO IX

Nº 1561

 

 

DSs se empenham na campanha pelo reajuste emergencial

A luta pelo reajuste emergencial dos servidores da Receita Federal já está sendo realizada com determinação pelos colegas das Delegacias Sindicais. Várias DSs, como São Paulo (SP), Marília (SP), Araçatuba (SP), Belo Horizonte (MG) e Divinópolis (MG) já começaram a fazer circular os abaixo-assinados que exigem justiça e coerência em nossa remuneração.

Apesar de a Diretoria Nacional estar em entendimento constante sobre o tema com a Administração, é fundamental a mobilização dos colegas nas bases. Os abaixo-assinados devem ser entregues aos delegados da RF na presença do maior número possível de filiados. Estes farão chegar o documento até os superintendentes, que devem entregá-lo ao secretário da Receita Federal. Desta forma, conclamamos os delegados e superintendentes a participar dessa campanha. Isso demonstra não apenas a nossa indignação com o patamar remuneratório de nossa categoria, mas também que estamos atentos e mobilizados com a questão.

A partir da próxima semana, a DEN elaborará um calendário de visitas às DSs, com o objetivo de ajudar na mobilização pelo reajuste emergencial. A Diretoria Nacional também informa aos colegas que é importante enviar uma cópia do abaixo-assinado que será entregue às chefias para o Sindicato.

INÍCIO

Trabalho parlamentar cobra cronograma da PEC Paralela

O Unafisco Sindical e as demais entidades que lutam pela aceleração da tramitação da PEC Paralela na Câmara concentrarão o trabalho parlamentar desta semana no contato com as principais lideranças naquela Casa Legislativa. As entidades já haviam solicitado na semana passada ao presidente da Câmara dos Deputados, deputado João Paulo Cunha (PT-SP), e demais parlamentares empenho na votação da PEC 227 e o estabelecimento de um cronograma de tramitação.

Os servidores tentarão agendar audiências com o recém-empossado líder do governo na Câmara, deputado Miro Teixeira (PDT-RJ), com o presidente da CCJ, Eduardo Ghreenhalgh (PT-SP), e com o relator da PEC Paralela, deputado Maurício Rands (PT-PE). Os servidores contatarão também as lideranças partidárias e voltarão a pedir uma reunião do colégio de líderes para que se defina o calendário de tramitação da PEC 227.

INÍCIO

Relator deve manter texto do Senado

O relator da PEC 227, a PEC Paralela, deputado Maurício Rands (PT-PE), deverá manter o texto original do Senado. De acordo com o parlamentar, que poderá apresentar seu relatório amanhã, numa análise preliminar, não deverá haver nenhuma alteração. Ele informou entretanto que está analisando a constitucionalidade da proposta antes de sua apresentação na Comissão de Constituição Justiça e Redação (CCJ).

Sobre os prazos de tramitação da matéria, Rands destacou que dependerá do que ocorrer na Comissão. O pedido de uma audiência pública para discutir a PEC, por exemplo, pode aumentar o tempo de tramitação. O deputado preferiu aguardar as decisões das lideranças antes de se comprometer com datas.

INÍCIO

UNAFISCO NA MÍDIA
Correio destaca abate-teto

A matéria de capa do jornal Correio Braziliense de ontem destacou o aumento do teto da aposentadoria dos servidores com a Emenda Constitucional 41, da reforma da Previdência, e os gastos do governo com a modificação. De acordo com o texto, o aumento do teto salarial de R$ 8,3 mil para R$ 17 mil irá elevar o salário de cerca de 42 mil servidores, gerando um gasto anual, do governo, de R$ 91,9 milhões.

O diretor de Assuntos Parlamentares do Unafisco Sindical, Pedro Delarue, foi um dos ouvidos na reportagem e afirmou que o teto salarial do Executivo teria de ser revisto mais cedo ou mais tarde. O diretor falou sobre a dificuldade, na Receita Federal, em se encontrar servidor disposto a assumir determinados cargos cuja remuneração fica aquém das responsabilidades do posto.

Rádio - Pedro Delarue também foi entrevistado pela Rádio Guaíba (RS), na semana passada, na qual fala sobre a questão da tramitação da PEC Paralela. Na entrevista, o diretor pede que o governo federal sinalize claramente que está disposto a agilizar a tramitação da PEC.

A íntegra da matéria do Correio Braziliense e a entrevista da Rádio Guaíba encontram-se anexas.

INÍCIO

Socioeconomista publica análise sobre o IV FSM

O socioeconomista e coordenador-geral do Instituto de Políticas Alternativas para o Cone Sul (PACS), Marcos Arruda, enviou-nos um artigo a respeito do IV Fórum Social Mundial, no qual nos dá uma visão geral do evento. Arruda faz uma crítica à atuação da imprensa internacional, que, diferentemente da mídia indiana, fez uma cobertura limitada e "pouco atenta para a riqueza dos debates". Segundo demonstra o autor, o FSM conseguiu preservar o caráter de contestação visto nas edições anteriores do Fórum, realizadas em Porto Alegre (RS).

Marcos Arruda também aproveita para falar sobre o Fórum Econômico Mundial (FEM), que ocorreu uma semana depois, em Davos, na Suíça. Para o socioeconomista, a reunião dos empresários e políticos de cerca de cem países continua mais elitista do que nunca. Novamente, Arruda faz referência ao papel da imprensa internacional, que prefere mostrar uma imagem distorcida dos manifestantes contrários ao FEM, bem como aqueles que contestam as determinações da OMC, do Banco Mundial e do FMI.

O artigo de Marcos Arruda encontra-se anexo.

INÍCIO

ESPAÇO DAS DSs
DS/Belo Horizonte inicia coleta de assinaturas pelo reajuste emergencial

Durante a semana passada, a diretoria da DS/BH iniciou a coleta de assinaturas para o abaixo-assinado que trata do reajuste emergencial, a ser encaminhado aos nossos administradores. Em uma série de reuniões locais, passando por todos os órgãos da Receita Federal em Belo Horizonte e nas Delegacias Sindicais do interior, o grupo de diretores promoveu pequenos debates sobre a defasagem salarial e a necessidade de mobilização de toda a categoria. Todos os AFRFs assinaram e confirmaram a firme intenção de se mobilizar e pressionar o governo para que atenda nossa demanda imediatamente.


INÍCIO


DIRETORIA NACIONAL

 

Matéria do Correio Braziliense

Entrevista da Rádio Guaíba
(Arquivo em MP3 - 4,7mb)

Artigo de Marcos Arruda

 

Trabalho parlamentar cobra cronograma da PEC Paralela
Relator deve manter texto do Senado
UNAFISCO NA MÍDIA
Correio destaca abate-teto
Socioeconomista publica análise sobre o IV FSM
ESPAÇO DAS DSs
DS/Belo Horizonte inicia coleta de assinaturas pelo reajuste emergencial
 

Boletim em
formato word