-->


Home
Brasília, 08 de abril de 2004

ANO IX

Nº 1611

 

 

Rachid propõe nova rodada de negociações a CNM/DEN

O secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, telefonou ontem para a presidente do Unafisco Sindical, Maria Lucia Fattorelli, para propor que seja realizada, ainda hoje, uma nova rodada de negociação com os AFRFs. A categoria vai ao encontro com a perspectiva de que haja um avanço do governo na contemplação da pauta de reivindicações e disposta a manter sua posição em questões como a paridade e um reajuste real.

No entanto, não sendo respeitados os princípios establecidos pela categoria, dentre os quais, a paridade, e não havendo avanços quanto ao atendimento da pauta reivindicatória, estaremos em greve a partir do dia 13.

INÍCIO

Comando fecha calendário para as próximas semanas

O Comando Nacional de Mobilização já definiu um calendário de atividades a serem realizadas até o dia 21 de abril. Estão definidas duas plenárias, caravanas a algumas localidades e uma reunião especifica com aposentados, cujo foco é a participação no movimento reivindicatório.

De acordo com os colegas do CNM, ficou estabelecido o seguinte calendário:

Dia 13/4 - 1º dia da greve de 96 horas e início das caravanas;

Dias 19 e 20/4 - plenárias de definição de procedimentos para a greve. Serão realizadas, em São Paulo, uma plenária aduaneira e outra da zona secundária;

Dia 21/4 - reunião de aposentados.

É importante lembrar que o prazo solicitado pelo governo termina na próxima segunda-feira. Independentemente disso, os membros do CNM continuarão a discutir estratégias de mobilização e estarão em Brasília durante esse período.

As caravanas confirmadas para a próxima semana ocorrerão em Foz do Iguaçu (SP), Santos (SP) e Porto Alegre (RS). A ida para outras localidades está sendo estudada pelo Comando. Com o crescimento da mobilização nas próximas semanas, o trabalho a ser realizado pelos colegas que integrarão as caravanas deve dobrar.

Em anexo, documento com as deliberações sobre as plenárias nacionais e a reunião de aposentados.

Visita - Ontem, os colegas do CNM e da DEN fizeram uma visita aos AFRFs que trabalham nos Órgãos Centrais, em Brasília. Foram repassadas as informações sobre as discussões que estão sendo realizadas com os representantes do governo a respeito de nossas reivindicações e feita uma conclamação para que os colegas participem da assembléia de terça-feira, dia 13 de abril.

INÍCIO

CNM aprova panfleto para mobilização

Foi aprovado ontem, na reunião do CNM/DEN, um panfleto que será utilizado pela categoria, em todos os estados. O documento, que será enviado para todas as DSs, cobra do governo Lula as mudanças anunciadas na campanha eleitoral e que em um ano e meio de governo não foram implementadas e também exige uma solução para o arrocho salarial em que se encontra a categoria. O panfleto encontra-se anexo.

INÍCIO

DEN envia informes da negociação a aposentados

Os aposentados e pensionistas filiados ao Unafisco Sindical receberão, nos próximos dias, correspondência com material para a mobilização dos AFRFs. Serão postados, hoje, uma carta aos aposentados e pensionistas que explica as negociações com o governo federal em torno da Campanha Salarial 2004; o resumo das negociações, encaminhado ao Sindicato, no dia 1º de abril, pela SRF; o relato da reunião do Comando de Mobilização Nacional e da DEN com a Administração no dia 5 de abril; e o editorial do Boletim 1.610, publicado no dia 7 de abril, "Carta Aberta aos AFRFs".

O documento explica aos colegas aposentados a orientação do governo de quebrar a paridade entre servidores da ativa, aposentados e pensionistas. A implementação da quebra da paridade foi iniciada com a Emenda Constitucional 41, da reforma da Previdência, e está sendo intensificada durante as negociações com os servidores na Campanha Salarial 2004. Além de propor um reajuste diferenciado às categorias com base no aumento do valor das gratificações de desempenho, o governo diferenciou o reajuste de servidores da ativa e aposentados das mesmas categorias.

Em anexo, a carta enviada aos aposentados e pensionistas.

INÍCIO

Assembléia do Unafisco Saúde não pode ser adiada

Os associados titulares do Unafisco Saúde participarão na próxima segunda-feira, dia 12, da Assembléia Nacional do Unafisco Saúde, que deve ocorrer em todas as Delegacias Sindicais. É importante que a realização da assembléia seja impreterivelmente na segunda-feira, já que na terça-feira, dia 13, o Serpro fechará a folha de pagamento do mês de abril, e será importante a deliberação da categoria para enviar dados consolidados. Entre os indicativos, que serão divulgados no Boletim de amanhã, destaca-se o reajuste da tabela de contribuições e da tabela de redistribuição de faixas etárias.

INÍCIO

Relatório final do FNT é apresentado a Lula

O ministro do Trabalho, Ricardo Berzoini, entregou ontem, ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o relatório consolidado do Fórum Nacional do Trabalho, grupo que reúne representantes do governo, empresários e centrais sindicais sobre reforma sindical e trabalhista. O documento foi elaborado a partir de um "consenso" entre os três componentes do fórum e sinaliza para uma fragilização das relações trabalhistas e para o enfraquecimento dos sindicatos de base, que deverão, cada vez mais, ficar sem autonomia e dependentes das centrais sindicais de trabalhadores.

Nos próximos meses, sindicatos de várias categorias, e o Unafisco, estarão debatendo o assunto para preparar a mobilização durante a tramitação do projeto de reforma no Congresso Nacional. A íntegra do relatório encontra-se no quadro de avisos da página do Unafisco na Internet.

INÍCIO

Unafisco na Mídia
Jornal paulista fala sobre a paralisação

Matéria do jornal O Estado de S. Paulo fala sobre a expectativa de que os cerca de 7,5 mil AFRFs entrem em greve a partir da próxima semana. A repórter Ana Paula Scinocca entrevistou o vice-presidente Unafisco, Marcello Escobar, que falou sobre as negociações iniciadas no último dia 31 com o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid. O vice-presidente do Unafisco lembrou que o prazo para que o governo desse resposta à categoria é a segunda-feira, dia 12, estando aprovada, em Assembléia Nacional, paralisação a partir do dia 13. Um dos pontos defendidos pela categoria é a manutenção da paridade entre ativos e aposentados, que, segundo orientação do governo federal, deve ser quebrada.

A matéria está anexa a este Boletim.

INÍCIO

Nota de falecimentos

É com pesar que a DS/Mato Grosso comunica o falecimento do colega AFRF aposentado José de Carvalho, ocorrido ontem, dia 7 de abril, na cidade de Cuiabá (MT). O corpo foi velado na Capela da Santa Casa de Misericórdia.

A DS/Rio de Janeiro também informou o falecimento do AFRF Saul da Silva Ferreira, ocorrido ontem, dia 7 de abril.

 

DIRETORIA EXECUTIVA NACIONAL

 

 

ESPAÇO DAS DSs

Manifestação reúne 150 AFRFs no Rio de Janeiro em defesa da paridade

Na terça-feira, dia 6 de abril, cerca de 150 AFRFs cariocas realizaram uma manifestação pela manutenção da paridade, levando faixas e cartazes com frases de protesto, em frente ao prédio do Ministério da Fazenda. Usando o carro de som, diretores da DS/RJ e outros AFRFs ressaltaram que a defesa da paridade é uma bandeira de servidores ativos e aposentados e que a unidade é fundamental para a manutenção do direito de todos. Também lembraram que a luta por um bom reajuste salarial para toda a categoria depende da participação de cada um na mobilização.


Representantes de outras entidades de servidores públicos, como o Sindifisp, Afiperj, Afaiterj e a Fenafe/Aspi UFF, também participaram da manifestação. Na parte final do ato, os presentes soltaram 300 bolas de gás com a inscrição "paridade = dignidade" e, em seguida, entregaram no gabinete da superintendência documento em que expressam sua indignação com a possibilidade de quebra da paridade. Os AFRFs solicitaram ao assessor Rubem de Oliveira que transmitisse ao superintendente a disposição da categoria em não abrir mão da paridade e que, por intermédio do próprio superintendente, a mensagem chegue o mais rápido possível às mãos do secretário da Receita Federal, Jorge Rachid.

Sindifisp-MG discute fusão de entidades

O presidente da DS/BH, Benício Cabral, participou ontem de um debate no Sindifisp-MG sobre a fusão de entidades. O convite surgiu tendo em vista a experiência do Unafisco Sindical com a fusão do Unafisco e o Sindifisco.

Benício falou da estrutura, da pessoa jurídica do Sindicato, da mobilização da categoria, tendo como contexto a nossa história, por cerca de duas horas e meia. De acordo com a presidente do Sindifisp-MG, Olga Hott, que dividiu a mesa de debates com Benício, a Fenafisp está estimulando o debate nos sindicatos para avaliar a própria entidade.

 

INÍCIO

 

Agência Estado

Plenárias

Carta aos Aposentados

Panfleto

 

 

Comando fecha calendário para as próximas semanas
CNM aprova panfleto para mobilização
DEN envia informes da negociação a aposentados
Assembléia do Unafisco Saúde não pode ser adiada
Relatório final do FNT é apresentado a Lula
Unafisco na Mídia
Jornal paulista fala sobre a paralisação
Nota de falecimentos
ESPAÇO DAS DSs
Manifestação reúne 150 AFRFs no Rio de Janeiro em defesa da paridade
Sindifisp-MG discute fusão de entidades
 
 

Boletim em
formato word