-->


Home
Brasília, 23 de junho de 2003

ANO VIII

Nº 1411

 

 

Esta semana tem nova paralisação

A Assembléia Nacional do dia 18 vai indicando a paralisação por 48 horas, nesta quarta e quinta-feira, dando continuidade à nossa mobilização contra a reforma da Previdência. Acompanhe o resultado parcial no Mural do site do Unafisco Sindical.

Na Assembléia, diversas localidades destacaram colegas que irão compor comandos regionais ou o comando nacional de mobilização, a ser montado nos próximos dias.

No dia 26, faremos nova Assembléia para definir a paralisação da próxima semana, uma vez que os AFRFs estão compreendendo que devemos manter as nossas paralisações até a deflagração da paralisação conjunta com os servidores públicos por tempo indeterminado, que poderá se dar a partir do dia 8 de julho.

É muito importante que as DSs passem a formar comandos ou comissões locais de mobilização para percorrer as seções e motivar os colegas a participarem ativamente da mobilização da categoria. O momento é agora e o tempo é curto. Lembramos que em duas semanas estaremos no auge das paralisações, com uma provável indicação de greve por tempo indeterminado.

AFRF, é hora de reforçar nossa mobilização. Vamos à luta contra a reforma da Previdência encomendada pelo FMI e pelos banqueiros.

INÍCIO

Anote a nossa agenda

A agenda dos AFRFs para os próximos dias é a seguinte:

  • dias 25 e 26 de junho: paralisação dos AFRFs
  • dia 26 de junho: atividades e atos públicos nas localidades contra a reforma da Previdência e Assembléia Nacional dos AFRFs.
  • semana de 30 de junho a 4 de julho: paralisação, se aprovada na Assembléia do dia 26
  • 4 de julho (sexta): plenárias setoriais promovidas pelas entidades que compõem a Cnesf
  • 5 de julho (sábado): Plenária Nacional dos SPFs, em Brasília
  • 7 de julho (segunda): AN dos AFRFs para ratificar a indicação da Plenária
  • 8 de julho (terça): início da paralisação por tempo indeterminado.

INÍCIO

Quinta-feira ocorrem novas manifestações dos servidores contra a reforma da Previdência

Servidores federais, estaduais e municipais estarão realizando na próxima quinta-feira, dia 26, diversas ações em protesto à proposta da reforma da Previdência enviada pelo governo Lula ao Congresso. Na última Plenária da Coordenação Nacional das Entidades dos Servidores Públicos Federais (Cnesf) foi definido que seriam realizadas ações integradas entre entidades sindicais das três esferas dos servidores pedindo a retirada da PEC 40.

Ainda há tempo para que as DSs se articulem com outras entidades representativas de servidores públicos nos estados para definir as ações do dia 26. Vamos mostrar em todo o país o nosso descontentamento.

Até o dia 8 de julho, data definida pela Cnesf para início de greve por tempo indeterminado, os servidores públicos darão continuidade à mobilização pela retirada da PEC 40. No dia 4 de julho serão realizadas as plenárias setoriais, promovidas pelas 11 entidades que compõem a Cnesf. Nessas plenárias, cada categoria irá definir suas posições para a plenária nacional dos servidores do dia 5 de julho que será realizada em Brasília, na sede da CNTI. A convocatória para a plenária encontra em anexo.

INÍCIO

Seminário reúne entidades na próxima sexta

A vice-presidente do Unafisco Sindical, Fátima Gondim, participa no próximo dia 27, sexta-feira, em Araçatuba (SP), do seminário "Uma Reforma Justa e a PEC 40". O evento, que será realizado a partir das 19 horas no hotel Riviera, contará com a presença de diversas lideranças sindicais e foi planejado pelas seguintes entidades e associações: Unafisco Sindical, Fenafisco, Sindifisco-MG, Fenafiso, Sanafresp, AFRESP, Sindtten, APAFISP, Sindifisp-SP, Anfip, APEOESP, Sindiquinze, Fespesp e Força Sindical de Araçatuba.

A idéia é que o seminário tenha repercussão nacional e tenha papel fundamental no debate da PEC 40, a proposta do governo federal para a reforma da Previdência. O objetivo do seminário é motivar e mobilizar os funcionários públicos federais, estaduais e municipais a resistirem e lutarem contra a PEC 40/03, buscar identificar ações de luta comuns e mostrar à sociedade e políticos que os servidores estão unidos por uma causa comum, com força de mobilização e enfrentamento.

Além de Fátima Gondim, estão confirmados como palestrantes: o presidente do Sindifisp-SP, Renato Albano, o presidente da Fenafisco, Severino Francisco Ribeiro Sobrinho, o presidente do Sindifisco-MG, Antônio de Pádua Silva, o ex-deputado federal João Eduardo Dado, diretor da Federação de Entidades e Servidores Públicos do Estado de São Paulo, a presidente da Associação Paulista dos Auditores Fiscais da Previdência Social, Assunta Bergamasco e o presidente da Associação dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo, Teruso Massita.

INÍCIO

Eleições Unafisco

A Comissão Eleitoral Nacional solicita a todas as Delegacias Sindicais que informem o número do SEDEX referente ao envio do material das eleições. Às DS que ainda não remeteram o material, a CEN solicita que o mandem com urgência, para que possa começar a apuração dos votos por correspondência.

Veja no link do site "ELEIÇÕES UNAFISCO - Apuração" o último resultado parcial da apuração dos votos em urna, divulgado às 20 horas do dia 18 de junho. Esse resultado contempla os dados de todas as localidades que enviaram seus resultados via fax até as dezenove horas daquele dia.

INÍCIO

 

DIRETORIA NACIONAL

 

convocatória da plenária da Cnesf de 5/7

 

 

 

 

 

 

 

Anote a nossa agenda
Quinta-feira ocorrem novas manifestações dos servidores contra a reforma da Previdência
Seminário reúne entidades na próxima sexta
Eleições Unafisco

 

 

Boletim em
formato word