-->


Home
Brasília, 01 de julho de 2003

ANO VIII

Nº 1417

 

 

Receita Federal pára novamente por 48 horas nesta semana

Nos próximos dias 2 e 3 de julho, os AFRFs, juntamente com outros servidores lotados na Receita Federal, paralisarão suas atividades em protesto contra o projeto de Reforma da Previdência. Na quinta-feira, a categoria realizará uma assembléia para decidir sobre a paralisação por tempo indeterminado a partir do dia 8 de julho. Com a Receita Federal entrando em greve, param os serviços de atendimento ao público, importação e exportação, fiscalização, julgamento de processos e controle de arrecadação.

O Executivo sabe o quanto custa um dia de paralisação na Receita Federal e é bom lembrar que ninguém faz greve por divertimento. Custa-nos muito deixar de prestar esses serviços para a sociedade, mas temos consciência de que, se essa é uma das maneiras de nos fazer ouvir, e sendo ela uma forma legítima de protesto da classe trabalhadora, não deixaremos de assim nos manifestar. As paralisações realizadas nas semanas passadas demonstraram o quanto a categoria se encontra mobilizada e unida em defesa de seus direitos.

 

Gaúchos lançam manifesto e pedem que magistrados continuem na luta contra a PEC 40

O Movimento em Defesa da Previdência Social Pública de Porto Alegre (RS), do qual fazem parte o Unafisco, Agitra, Sintaf e Sindtten, lançou na semana passada, naquela cidade, um manifesto, conclamando os dirigentes e integrantes do Poder Judiciário a permanecer na luta contra a reforma da Previdência. A preocupação das entidades que compõem o movimento é a de que, com a proposta de excluir o Poder Judiciário do texto da PEC 40, os servidores públicos percam um aliado forte na luta em defesa do Estado brasileiro.

O documento alerta para o fato de que as mudanças pretendidas pelo governo federal atingem a existência do Estado como entidade responsável pelo bem comum, principalmente o atendimento aos menos favorecidos. A manifestação levou em conta a natureza hostil do conteúdo da PEC 40, que exige uma mobilização urgente de todas as categorias em torno da defesa do Estado. "A luta é pelo fortalecimento integral das funções públicas. Queremos um Estado forte não para um benefício de ordem classista, mas em sintonia com a superação das principais dificuldades por que passa o povo brasileiro", garantiu a presidente da Agitra, Geraldina Inês.

Segundo o documento, há indícios de que os magistrados busquem excluir-se dos efeitos nocivos da reforma e abandonem a luta conjunta dos servidores públicos contra a PEC 40. As entidades afirmam que a permanência do Poder Judiciário é imprescindível na defesa do Estado brasileiro.

A integra do documento encontra-se anexa.

INÍCIO

Movimento em Defesa da Previdência Pública se aproxima de parlamentares

A DS/Porto Alegre e as entidades do Movimento em Defesa da Previdência Social Pública estão intensificando o trabalho parlamentar contra a PEC 40. Além de fazer um corpo a corpo com parlamentares no Aeroporto Salgado Filho, na última terça-feira, quando o movimento expôs os motivos da campanha contra a PEC 40.

O Unafisco iniciou o contato com os parlamentares em seus gabinetes em Porto Alegre (RS) e já marcou audiência com vários deputados federais. Na sexta-feira, os sindicalistas estiveram com os deputados Alceu Collares (PDT) e Luciana Genro (PT). Ontem, a audiência foi com Érico Ribeiro (PPB). As próximas audiências serão amanhã, com o deputado Francisco Turra (PPB), e na sexta-feira, com Pompeo de Mattos (PDT).

INÍCIO

Críticas à reforma previdenciária em jornal catarinense

O jornal catarinense A Notícia publicou na quinta-feira passada um artigo de opinião sobre a reforma da Previdência, de autoria do presidente da DS/Florianópolis-Itajaí, Carlos André Nogueira. No texto, o AFRF critica a maneira como a discussão sobre as reformas está ocorrendo e alerta para o estado de mobilização dos servidores públicos, prestes a paralisar suas atividades por tempo indeterminado em protesto contra a retirada de direitos fundamentais.

O artigo intitulado "Reforma da Previdência" encontra-se anexo.

INÍCIO

 

DIRETORIA NACIONAL

 

Manifesto

Artigo "Reforma da Previdência"

 

 

 

 

 

 

 

Gaúchos lançam manifesto e pedem que magistrados continuem na luta contra a PEC 40
Movimento em Defesa da Previdência Pública se aproxima de parlamentares
Críticas à reforma previdenciária em jornal catarinense

 

 

Boletim em
formato word